WebRadio

Central de Mídia

Locução com conteúdo cristão ou religioso

Locução com conteúdo cristão ou religioso


Gostou? Compartilhe!

Lendo referências bíblicas:

Por exemplo: João 3:16. Leia no ar: “João, capítulo três, versículo dezesseis. Mateus 28:1 – Leia: “Mateus, capítulo vinte e oito, versículo um”. etc.
Cuidado com os Salmos!! Salmos são um conjunto de canções e orações. Ao mencionar um salmo, faça-o sem o “S” (plural). Exemplo: Salmo 119:105. (Salmo cento e dezenove, versículo cento e cinco). Cuidado: Salmo não é capítulo! Salmo contém versículos…

Cuidado com as cartas de Paulo:

Ao citar I Coríntios 13:1 diga: “Primeira aos Coríntios, capítulo treze, versículo um”. (OU: “Primeira carta de Paulo aos Coríntios…). Assim também com a primeira (ou segunda) carta aos Tessalonicenses; Primeira ou Segunda carta à Timóteo, etc. Evite usar o termo epístola. Carta soa melhor. Portanto, nunca diga: Primeiro aos Coríntios; primeiro aos Tessalonicenses…

Atenção, porém, com os livros de I e II Reis, I e II Crônicas! Exemplo: I Reis 12:13 – Diga: “Primeiro livro de Reis capítulo doze, versículo treze”. Note que agora não estamos falando de primeira ou segunda cartas. Estamos falando de livros. Outro exemplo: II Crônicas 1:17 Leia: “Segundo livro de Crônicas, capítulo um, versículo dezessete”.

MAIS…

:: Evite as palavras rebuscadas, ortodoxas. Pense sempre: uma criança entenderá o que estarei dizendo? Se a resposta for positiva, vá em frente!

:: Evite também expressões como: “queridos radiouvintes”. Fale sempre para UMA pessoa. Assim você estará falando para todos os ouvintes da rádio.

:: Atente também para a pronúncia de alguns nomes bíblicos: Nabucodonosor; Deuteronômio (e não deuterenôme…); Herodes, o Tetrarca; … Treine (bem!) antes.

:: Se o programa é ao vivo, chegue com, pelo menos, 30 minutos de antecedência. Acerte todos os detalhes e entradas de gravações e músicas com o operador de áudio da emissora. É importante entregar a ele uma relação completa e em ordem da seqüência das músicas, efeitos e outras gravações.

:: Fale devagar, em tom de conversa. Não grite. Mantenha uma distância de, no mínimo, 15 centímetros do microfone.

:: A verdade, seja qual for, precisa ser dita. Mas com tato, com amor, com cuidado. Afinal, você não conhece a pessoa que está “do outro lado” nem sabe de suas crenças ou convicções.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook