WebRadio

Central de Mídia

Vença a ansiedade, o medo e o desânimo

Vença a ansiedade, o medo e o desânimo


Gostou? Compartilhe!

23-paisagem

TEMPO DE REFLETIR 661 – 23 de outubro de 2015

“Ao Senhor clamo em alta voz, e do Seu santo monte Ele me responde” (Salmo 3:4).

Grande parte de nossa ansiedade vem do medo, que também gera inquietação, incerteza, aflição, temor e pânico. Ele pode sobrevir-nos com algo imprevisto, capaz de parar o coração; pode distorcer os nossos pensamentos, controlar nossa vida e paralisar-nos. Quando sofremos de ansiedade e medo por um longo período, podemos ficar desanimados.

Ansiedade, medo e desânimo são epidemias em nosso mundo hoje, mas Deus prometeu-nos uma maneira de escapar de todas elas. Ele diz para não andarmos ansiosos por coisa alguma (Fp 4:6), que o medo não vem dEle (2Tm 1:7) e que não devemos desanimar (Dt 1:21).

Quando estamos temerosos, apreensivos, preocupados, alarmados ou assustados, somente a paz de Deus pode restaurar-nos a uma firme e serena confiança. Ainda que a vida seja imprevisível e às vezes cheia de coisas terríveis, o Senhor diz que não precisamos viver com medo. Ele quer que O louvemos sempre, principalmente quando estamos com medo ou desanimados. Quando fizermos isso, Ele não só levará o nosso medo, mas fará nosso rosto brilhar porque estivemos com Ele (Sl 34:1-5). Assim, ao primeiro sinal de ansiedade, medo ou desânimo, busque a paz de Deus.

O Senhor é um Deus de infundir coragem. Seu encorajamento vem pela Sua Palavra, quando oramos, por meio de Sua presença estamos com Ele em adoração e louvor.

Ore comigo: “Ó Senhor, lanço sobre Ti o meu fardo, sabendo que me sustentarás. Tu me livras dos meus temores e das minhas tribulações. Eu Te entrego minha ansiedade e meu temor. És meu socorro em tempo de angústia. Sei que, em Tua presença, não preciso andar ansioso nem com medo de nada. Eu me nego a alimentar o desânimo e, em vez disso, escolho este dia para encontrar em Ti meu alento. Teu amor me consola e leva todo o meu medo. Teu poder em minha vida dá-me força e faz-me seguro”.


Ficha Técnica:
-> Texto: Stormie Omartian
-> Música: Adoradores, “Não há o que temer”
-> Locução e edição: Amilton Menezes
-> Finalização: Isa Vasconcelos

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook