WebRadio

Central de Mídia

Um reino em andamento


Gostou? Compartilhe!

29-reino_Deus

TEMPO DE REFLETIR 302 – 29 de outubro de 2014

“O reino, o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será reino eterno, e todos os domínios o servirão e lhe obedecerão” (Dn 7:27).

Falar sobre o reino de Deus pode ser uma coisa um tanto confusa, mesmo quando provém dos lábios de Jesus. A razão por que isso acontece é que Ele fala do reino às vezes como estando no passado, outras vezes como estando no presente e ainda outras vezes como estando no futuro.

Jesus deu a entender que o reino estava no passado quando sugeriu que Abraão, Isaque, Jacó e os profetas haviam ingressado no reino em seu tempo de vida (Lc 13:28). Jesus falou do reino como estando no presente quando observou que “o reino de Deus está dentro de vós” (Lc 17:21). Também ensinou repetidas vezes que o reino de Deus estava no futuro, quando mencionou a segunda vinda, e mesmo quando ordenou aos discípulos que orassem pela vinda do reino, enquanto viveu aqui.

Como, perguntaremos nós, pode o reino ser passado, presente e futuro? Como pode o reino ser um só, e ao mesmo tempo algo que existiu, que existe e pelo qual é nosso dever orar?

A resposta encontra-se no fato de que a vinda do reino é progressiva. A luta entre o Príncipe de Deus (Cristo) e o príncipe deste mundo (Satanás) começou no Céu (Ap 12:7 e 8), e continuou na Terra durante todo o Antigo Testamento. Mesmo naquela época, alguns ficavam ao lado do Senhor, enquanto outros a Ele se opunham. Mas com a vinda de Jesus, a batalha pelo coração das pessoas e pelo governo de Deus entrou em marcha acelerada. Com Jesus, o reino da graça chegara em poder. O reino da graça se estenderá até a segunda vinda, quando Jesus voltará para restabelecer a soberania física de Deus sobre a Terra.

Mas conquanto se possa pensar na chegada do reino como progressiva, ela não é evolucionária. A segunda vinda trará uma drástica descontinuidade a toda a história passada. Será Deus intervindo, de maneira inequívoca, na história para reivindicar a Terra com o Seu reino. Os cristãos esperam e oram por esse acontecimento como por nenhum outro.

****************************************************************************************************************************************
-> Autoria: George R. Knigth
-> Música: Rogério Reis, “Lar de glória”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook