WebRadio

Central de Mídia

Um Deus ativo


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR – 3 de abril de 2014

“Não me repulses da Tua presença, nem me retires o Teu Santo Espírito.” Salmo 51:11

Parece que nos sentimos melhor falando e estudando a respeito de Deus Pai e Seu Filho do que acerca do Seu Santo Espírito. Talvez porque compreendemos por experiência o que é ser pai e filho, pois assim se forma a família conforme a orientação divina.

Mas, por ser o Espírito Santo algo fora do contexto de nossa experiência e O chamarmos de espírito, parece-nos altamente intocável e indistinto, e assim não sabemos como relacioná-Lo com nossa vida. Mas, na verdade, não O consideramos assim quando nos relacionamos com Ele, com Sua obra entre nós e Seu impressionante poder! Misteriosa como possa ser a personalidade do Espírito Santo  para os neófitos, ou crentes novos, não o é para os de experiência mais madura nas coisas de Deus. Até Nicodemos teve problema em saber quem era o Espírito Santo por ser um neófito (um crente novo) diante de Jesus. Para que ele compreendesse como opera o Espírito Santo na alma humana foi que Jesus usou a ilustração do vento: “O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai: assim é todo o que é nascido do Espírito.” João 3:8.

Entretanto, apesar de nos parecer tudo um tanto misterioso e difícil, as Escrituras nos animam a crescer no conhecimento do Espírito Santo, a Terceira Pessoa da Divindade, a fim de tornar-nos cheios do Seu poder e graça para podermos participar do refrigério espiritual na forma da chuva serôdia com que o Senhor nos agraciará antes da volta de Jesus.

O que podemos saber do Espírito Santo, sem o perigo de querermos perscrutar as “profundezas de Deus”?  (I Coríntios 2:10)

O Espírito Santo esteve ativo na obra da Criação, assim como na encarnação de Cristo. Teve parte importante no trabalho redentor de Cristo na Terra. Inspirou aqueles que escreveram a Bíblia. É Sua obra principal atrair pessoas a Deus (Apocalipse 22:17), convencendo-as de sua pecaminosidade e necessidade do perdão de Deus! Por meio do Espírito Santo somos nascidos de novo e assim renovada a imagem de Deus em nós! Ele guia a Igreja a toda verdade contida na Bíblia. Está sempre conosco, confortando e ajudando. Para tanto, concede-nos dons espirituais a fim de a Igreja estar preparada para testemunhar de Cristo. Ele pode ficar triste se O ignoramos (Efésios 4:30) mas alegra-Se quando O convidamos para morar em nós como o Seu templo! (Efésios 1:13 e 14). Finalmente, Ele nos sela como escolhidos de Deus e herdeiros da vida eterna!

Que a nossa oração seja: “Graças, Senhor, por este Dom inefável! Não ‘me retires o Teu Santo Espírito.’”

*****************************************************************************************************************************************
-> Texto: Autoria desconhecida
-> Música: Ronaldo Arco, “Súplica”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook