WebRadio

Central de Mídia

Seção em Podcast

Tempo de Refletir

20 de junho de 2014

Veredas

TEMPO DE REFLETIR 171 – 20 de junho de 2014 Há veredas nesta vida, que destilam o engano da sorte, Muitas delas no seu fim, como prêmio, levam a morte!! Quem ao sexo faz veredas, Ou das drogas falsa sorte, O seu fim se aproxima, à galopes vem a morte!! […]
19 de junho de 2014

Você quer o poder?

TEMPO DE REFLETIR 170 – 19 de junho de 2014 “E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes e entre os anciãos um Cordeiro, como havendo sido morto.” Apocalipse 5:6. Éramos amigos. Pelo menos era isso o que eu pensava. De repente ele […]
18 de junho de 2014

No fim a recompensa…

TEMPO DE REFLETIR 169 – 18 de junho de 2014 Palavras que todas as mulheres gostariam de ouvir um dia. Vem sentar-se junto a mim. O dia declina e é também o entardecer de nossa vida: tu bem mereces estes breves momentos de repouso. Vem, senta-se bem junto a mim. […]
17 de junho de 2014

O paradoxo do poder

TEMPO DE REFLETIR 168 – 17 de junho de 2014 “De igual modo os principais sacerdotes com os escribas, escarnecendo, entre si diziam: Salvou os outros, a si mesmo não pode salvar-se” (Marcos 15:31). Pouco sabiam os principais sacerdotes haverem declarado o paradoxo central do poder espiritual. Pensavam haver exposto […]
16 de junho de 2014

Você esqueceu…

TEMPO DE REFLETIR 167 – 16 de junho de 2014 Quando você levantou pela manhã, EU já havia preparado o sol para aquecer o seu dia e o alimento para a sua nutrição. Sim, EU providenciei tudo isto enquanto vigiava e guardava o seu sono, a sua família e a […]
15 de junho de 2014

Crescendo em unidade

TEMPO DE REFLETIR 166 – 15 de junho de 2014 “Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo nAquele que é a cabeça, Cristo.” Efésios 4:15 O capítulo 4 da carta aos Efésios começa falando da unidade que deve existir na igreja. Unidade não quer dizer uniformidade. Cada membro […]
14 de junho de 2014

Filho meu!

TEMPO DE REFLETIR 165 – 14 de junho de 2014 Filho meu! Por que me chamas? Eu sempre estive ao teu lado; meu Espírito sempre te falou claramente, mas tu, por livre vontade, tens rejeitado meus cuidados. No princípio, fui teu primeiro amor, e não havia nada no mundo acima […]