WebRadio

Central de Mídia

Sem a roupa certa


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1395 – 26 de outubro de 2017

“Quando o rei entrou para ver os convidados, notou ali um homem que não estava usando veste nupcial. E lhe perguntou: ‘Amigo, como você entrou aqui sem veste nupcial?’ O homem emudeceu” (Mateus 22:11, 12).

Você já notou que as cerimônias de casamento, por mais que tenham sido meticulosamente planejadas e ensaiadas, geralmente são vítimas de alguma falha de última hora? Estávamos numa roda de amigos contando histórias de casamento (momentos muito divertidos) quando alguém contou o seguinte incidente de que foi testemunha. Podemos dizer que essa história ganhou o prêmio de melhor do dia:

Tudo estava pronto para o GRANDE EVENTO – os vestidos das damas de honra, os planos de viagem para a lua de mel, a recepção e assim por diante. Os padrinhos tinham tirado a medida para a confecção do smoking, que já havia sido entregue e levado para a igreja. Nada foi deixado para a última hora.

A lei de Murphy, porém, entrou em cena. Assim que os padrinhos chegaram para vestir o smoking, descobriram que faltava um. Na hora de pegar os trajes, de alguma forma um foi deixado na loja. Era domingo e a loja estava fechada.

O que fazer? Alguém olhou à sua volta, reparando especialmente nas medidas dos padrinhos, e teve uma ideia. A cerimônia começou no horário marcado, com dois padrinhos conduzindo os pais e avós dos noivos aos devidos lugares. Após uma pequena pausa, começou a entrada dos padrinhos e madrinhas e a cerimônia prosseguiu. Ao término, novamente houve uma pequena pausa, e então os dois primeiros padrinhos reapareceram para coordenar a saída dos convidados.

Minha amiga disse que ao longo de todo o evento havia um homem – nem sempre o mesmo – no quartinho do fundo da igreja vestindo apenas a roupa íntima!

A parábola de Jesus do banquete de casamento também possui um elemento surpresa. Na verdade, há uma série de surpresas. O rei promove um grande evento, mas os convidados rejeitam o convite. Ofendido, o rei ordena que os servos saiam de cidade em cidade convidando todos, bons e maus. O rei entra na festa e observa a cena. Um homem se destaca: ele não está vestindo o traje que o rei providenciou e é expulso do banquete.

Todos nós somos convidados para a grande cerimônia de casamento. Na verdade, não merecemos, mas somos convidados. Não sabemos o que vestir, mas o Rei providencia o traje apropriado, na medida perfeita!


-> Música: Melissa Barcelos, “Tudo o que eu preciso”
-> Locução: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook