WebRadio

Central de Mídia

Segundo o coração de Deus


Gostou? Compartilhe!

18-mocaTEMPO DE REFLETIR 108 – 18 de abril de 2014

“E, tendo tirado a este, levantou-lhes o rei Davi, do qual também, dando testemunho, disse: Achei a Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará toda a minha vontade” (Atos 13:22).

Davi era um homem segundo o coração de Deus. Ficamos a imaginar o que significa essa descrição. Como se poderia chamar um adúltero e assassino, que praticou grande crueldade, de homem segundo o coração de Deus? A Bíblia, sem rodeios, apresenta os pecados de Davi. Mas foi tirando-o desses fracassos que Deus o usou para seus propósitos em Israel. Davi superou suas falhas com êxito porque aprendeu a bondade graciosa de Deus e foi um dos mais agradecidos homens da história.

Davi foi um homem segundo o coração de Deus porque tinha abundância de ação de graças. Os salmos contêm mistura tal de confissão e gratidão que ele foi considerado, até pelo próprio Deus, como um homem segundo o seu coração. Somente o sentido de indignidade pode brotar em profunda ação de graças. A vida de Davi nos desafia, mostrando que o importante não é nossa perfeição, mas nossa dependência agradecida. Podemos identificar-nos com a humanidade falível de Davi e ver o que Deus pode fazer com uma pessoa que confessa seus pecados e agradece a Deus o seu perdão.

Davi, antes de se tornar um homem completamente segundo o coração de Deus, havia sido contra o coração de Deus. A Bíblia pinta a história negra de suas transgressões e pecados. Deus esperou pacientemente que ele se arrependesse. Depois do adultério de Davi com Bate-Seba e do cruel envio do marido desta para morrer na batalha, Deus enviou o profeta Natã para julgar o pecado do rei. O profeta contou uma parábola profunda e penetrante e, a seguir, lançou o desafio: “Tu és o homem”. Davi sabia. Seu arrependimento encontra-se no Salmo 51. E Deus aceitou a palavra dele. A infinita misericórdia de Deus o levantou e o usou nos propósitos que ainda tinha para Israel.

Amigo ouvinte, você e eu também somos chamados para sermos pessoas segundo o coração de Deus. Estamos dispostos a aceitar esse convite?

*****************************************************************************************************************************************
-> Texto: Pr. Alejandro Bullon
-> Música: Gabriel e Fernando Iglesias, “Outra vez”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook