WebRadio

Central de Mídia

Rosa de Sarom e lírio dos vales


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR – 26 de março de 2014

“Eu Sou a rosa de Sarom, o lírio dos vales.” Cantares 2:1

O livro de Cantares de Salomão pode ser considerado uma canção lírica, na qual Jesus canta o Seu amor por Sua igreja, mas também suas lutas e conquistas, perigos e salvação e a vitória final.

Jesus Se apresenta como a Rosa de Sarom e o Lírio dos Vales, expressando assim a exuberância e eloquência do Seu amor por nós na forma de uma alegoria que se torna nada menos do que o Seu cântico nupcial para a Igreja.

Estes lindos títulos de Jesus têm sido usados como parte de nosso louvor a Ele na forma de hinos, cantatas e poesias. Nosso Senhor não apenas exala perante nós a real fragrância da beleza da Sua santidade, como o faz a rosa, a rainha das flores, mas também Se revela a nós com o poder altaneiro do Seu caráter humilde e puro, ao tornar-Se o homem como nós, mas casto e sem pecado, como o lindo, perfeito e cativante lírio.

Descobrimos a fragrância e beleza da santidade de Jesus quando, ao afastar-nos um pouco das lutas do dia, buscamos aquela comunhão doce e íntima com Ele, o Amado de nossa alma.

Dizem que num dos vales da Romênia rosas são cultivadas em grande escala para abastecerem o mercado de Viena, Áustria; são rosas altamente perfumosas. Se você um dia visitar aquele vale de rosas no tempo da sua floração, ficará tão impregnado do seu perfume que onde quer que for depois levará consigo aquela fragrância e todos saberão onde você esteve.

Há também aquela linda parábola contada pelo poeta e moralista persa Saadi. Foi lhe dado um pedaço de argila comum. Mas a argila estava tão impregnada de um suave de delicado perfume que contagiou toda a sala. O poeta pergunta então à argila: ‘Quem é você, musk ou ambérgris?” “Nada disso. Eu sou uma simples argila.” “De onde lhe vem, então, este raro perfume?” “É que eu estive todo o verão na companhia da rosa”, respondeu a argila.

Sim, nós somos como pedaços da argila humana. Mas se nos demoramos na companhia da Rosa de Sarom e do Lírio dos Vales, a fragrância de Sua vida passará para nós. Então, e só então, seremos também uma doce e refrescante influência para aqueles que nos rodeiam!

Jesus nos convida: “Vinde a Mim todos… porque Sou manso e humilde de coração… Por que andais ansiosos…? Considerai… os lírios do campo… Buscai, pois em primeiro lugar o Seu reino e a Sua justiça… e achareis descanso para as vossas almas.” Mateus 11:28; 6:28 e 33.

Peçamos a Deus que a Rosa de Sarom, o Lírio dos Vales, desabroche, floresça, inunda nossa vida com Sua fragrância e beleza!

*****************************************************************************************************************************************
-> Texto: Autoria desconhecida:
-> Música: Grupo Integração, “Estrela da Manhã”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook