WebRadio

Central de Mídia

Radicalmente comprometidos


Gostou? Compartilhe!

28-04 TDR 1214

TEMPO DE REFLETIR 1214 – 28 de abril de 2017

“Porque sei em quem tenho crido e estou certo de que Ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia” (II Timóteo 1:12).

Jesus inaugurou um reino cuja ética, valores, prioridades, interesses e princípios não são apenas diferentes, mas antagônicos aos valores, princípios e práticas do reino deste mundo. Ele estabeleceu uma contracultura. Na vida de Seus seguidores, os valores, os interesses e a ética do reino de Deus invadem o presente. Alteram a vida e a perspectiva das coisas, levando-os a viver de modo revolucionário. Nossa esperança e lealdade ao reino de Deus devem ter efeito prático na vida diária, tanto no lar quanto na escola ou no trabalho.

Para Paulo, em Efésios 2:6, não foi apenas Cristo quem ressuscitou. Aqueles que creem e esperam nEle também ressuscitaram com Ele. Não foi apenas Cristo quem ascendeu ao Pai. Por meio de Sua graça, Deus “nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus”. Os discípulos de Cristo não são apenas seus “fãs” ou admiradores. Como disse alguém, “esta é a senha errada”. Aos fãs Ele dirá afinal: “Não vos conheço”. Seus discípulos e verdadeiros seguidores são pessoas radicalmente comprometidas. Eu gosto da palavra “radical”. Ela fala de algo que desce à raiz. Num tempo em quase tudo tornou-se superficial, no nível da epiderme, Cristo espera que Seus seguidores manifestem compromisso incondicional com Ele.

A religião cristã não limita a pessoa a estar na igreja aos sábados pela manhã. Nas Escrituras, encontramos um elemento comum na vida de todos aqueles que realmente foram comprometidos com sua fé. Tal compromisso foi radical e afetou cada aspecto da vida. Noé, Abraão, Elias, Daniel e todos os profetas, João Batista, os apóstolos e Paulo, todos viveram suas convicções e por elas foram às últimas consequências. Para Ellen White, a fé em Cristo não é uma teoria entre muitas outras, mas o centro da vida. É uma convicção que domina e afeta todas as outras.

Numa das invasões de Napoleão, um jovem saltou à sua frente com uma espada em punho. Intrigado, o grande imperador perguntou ao moço o que ele pretendia com aquele ato de aparente insanidade. “Nada”, disse o rapaz, “eu só queria que o senhor soubesse de que lado eu estou”.

E você, amigo ouvinte, que lado você está? O que demonstra a sua vida?


-> Música: Betty Souza, “Escolho Jesus”
-> Locução: Amilton Menezes

Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande uma mensagem pedindo os áudios. Se você tem Telegram, adicione nosso canal: telegram.me/tempoderefletir – Prefira, porém, o aplicativo MANAH, onde você terá todos os áudios à disposição.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook