WebRadio

Central de Mídia

Que tipo de Homem Ele é?


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 2059 – 21 de agosto de 2019

Mateus 7:29: “Porque Ele as ensinava como quem tem autoridade e não como os escribas”.

A autoridade final do Sermão do Monte provém do Pregador que o proferiu. É por isso que Mateus nos transmite a mensagem encontrada no capítulo 7, versos 28 e 29. Depois de ouvir o sermão, Mateus quer que demos uma olhada nAquele que o pregou: Aquele que maravilhou as multidões porque ensinava como quem tinha autoridade. Quem pregou o sermão é tão importante como o conteúdo do sermão, ou mais.

E quem foi que pregou o Sermão do Monte? Ouça-O. Ele afirma ser mais do que um carpinteiro de Nazaré.

Jesus começa fazendo reivindicações a respeito de Sua identidade já em Mateus 5:11, onde Ele diz: “Bem-aventurados sois quando, por Minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós.”

No verso 17, Ele diz: “Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas.” “Vim”, e não “nasci”. E de onde Ele veio? De Alguém que Ele muito familiarmente chama de “Meu Pai”. Ele é o Verbo encarnado que veio do seio do Pai.

Mas talvez a declaração mais profunda do Sermão do Monte, a respeito do senso pessoal de identidade de Jesus, se encontra em Mateus 7:22, onde Ele afirma: “Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em Teu nome?” Ele não hesita em dizer que as pessoas hão de se dirigir a Ele como Senhor, como pessoa divina.

E note que Ele afirma que as pessoas estariam fazendo petições a Ele naquele dia, em vez de ao Pai. Mais surpreendente ainda é o fato de, no verso 22, ser este Carpinteiro de Nazaré quem pronuncia juízo sobre homens e mulheres.

Este Jesus-Carpinteiro, Este Jesus-Deus, ainda fala com autoridade. A pergunta é: Que faremos a respeito disso? Que faremos dEle?

Reflita sobre isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Quero colocar, Pai, Jesus em primeiro lugar na minha vida, na minha mente, no meu coração. Que Ele tome conta de todas as coisas. Por favor. Em nome de Cristo, amém.


-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:
-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).
-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7
-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios
-> Instagram: @amiltonmenezes7
-> Twitter: @AmiltonMenezes
-> Facebook: facebook.com/AmiltonMenezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook