WebRadio

Central de Mídia

Puro de mãos


Gostou? Compartilhe!

09-crianca

TEMPO DE REFLETIR 555 – 9 de julho de 2015

“Contudo, o justo segue o seu caminho, e o puro de mãos cresce mais e mais em força” (Jó 17:9)

Acontecera algo estranho em casa. O rapazinho estava lavando as mãos outra vez. A mãe sempre tivera que lutar com ele quanto a lavar as mãos; porém, na última semana, parecia que ele as lavava quase constantemente. Afinal, ela perguntou:

– Filho, por que você está lavando as mãos?

– A senhora sabe que o Joãozinho me tratou mal, e eu desejo ser tão forte que ele não possa bater em mim.

– O que você quer dizer com isso, filho?

– Ora, mamãe, a senhora sabe que o verso bíblico que lemos diz: “O puro de mãos cresce mais e mais em força.” Por certo você está sorrindo por causa da simplicidade infantil; mas acaso já considerou a grande promessa que há no texto? Deus quer que sigamos firmemente nosso caminho, o caminho a nós indicado por Ele. Não devemos nos desviar dele, porque é o caminho da vida. Por vezes esse caminho para a cidade de Deus atravessa pântanos profundos, e outras vezes montanhas aterradoras. É importante afastar os obstáculos; às vezes o próprio caminho tem de ser restaurado. Porém, “o puro de mãos cresce mais e mais em força”. As mãos são símbolo dos atos da vida, dos feitos do coração. O que é o coração, as mãos demonstram em ações. Mãos limpas significam um coração puro. Como pode o coração ser purificado? Tennyson põe na boca de Sir Galaad estas palavras: “Minha força é como a força de dez, porque meu coração é puro.”

Como alcançamos um coração puro assim? É um dom de Deus. “Então, aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne” (Ez 36:25 e 26).

Lady Macbeth tentou lavar a indelével mancha de sangue do rei Duncan; e Pilatos, depois de cometer o mais notável crime de um magistrado, tentou lavar as mãos de toda a culpa. Isto, porém, não é possível. A purificação de que necessitamos é um ato de Deus. Então seremos cada vez mais fortes.


Ficha Técnica:
-> Texto: H.M.S. Richards
-> Música: Cíntia Alves, “Me purifica”
-> Locução e edição: Amilton Menezes
-> Finalização: Isa Vasconcelos

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook