WebRadio

Central de Mídia

Perfeição em Cristo


Gostou? Compartilhe!

30-03 TDR 820

TEMPO DE REFLETIR 820 – 30 de março de 2016

“Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste” (Mateus 5:48).

Joana era muito dedicada à igreja, mas alimentava uma dúvida que a atormentava: “Como posso ser perfeita como Deus?” Toda vez que lia Mateus 5:48, essa pergunta surgia para minar a sua confiança.

Quando Jesus mencionou a perfeição divina como parâmetro, o assunto em discussão era o amor. O contexto diz que devemos amar tanto os nossos amigos quanto os nossos inimigos. Quando alguém ama até mesmo os inimigos, é considerado perfeito.

Mas o que é perfeição bíblica? No Antigo Testamento, as palavras “perfeito”, “perfeição” procedem do termo hebraico tam ou tamim, cujo significado é “completo”, “correto”, “inteiro” ou “sem mancha”. Noé, Abraão e Jó são descritos como perfeitos ou sem mancha. De Jó, por exemplo, é dito: “homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desviava do mal” (Jó 1:1). Esses patriarcas, no entanto, manifestaram imperfeições em sua vida.

Como, pois, foram considerados perfeitos? Aceitando, pela fé, o perdão divino e a justiça que provém do Céu. No Novo Testamento, o conceito de perfeição é mais acessível à nossa mente. Quando somos justificados, o caráter perfeito de Cristo torna-se nosso. Jamais podemos pretender essa perfeição independentemente de Cristo.  Por quê? Porque ela é um dom de Deus.

O Mestre esclareceu bem esse ponto: “Quem permanece em Mim, e Eu nele, esse dá muito fruto; porque sem Mim nada podeis fazer” (João 15:5). O “fruto” a que Jesus Se refere é uma vida de santidade.

Ninguém é capaz de acrescentar algo ao que Jesus já fez. Na cruz, Ele confeccionou vestes de justiça para todos nós. Nossa parte é aceita-las pela fé. E qual deve ser o papel que devemos desempenhar em tudo isso? Permitir que Jesus habite em nosso coração, para que cresçamos em maturidade espiritual. Em adição à justificação, Deus provê nossa habilitação para o Céu através de Cristo, que vive em nós.

Podemos ter a perfeição agora, mas somente em Cristo, ou seja, enquanto permanecermos nEle. Paulo disse: “Prossigo para o alvo” (Fp 3:14). Prosseguir para o alvo e permanecer em Cristo são expressões sinônimas.


-> Música: Ronaldo Arco, “Prossiga”
-> Locução: Amilton Menezes

Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9893-2056 e mande uma mensagem pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook