WebRadio

Central de Mídia

Os limpos de coração


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR – 28 de junho de 2013

Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus. Mateus 5:8

Os limpos de coração verão a Deus. Embora todos devam contemplar Cristo como juiz, os puros e limpos de coração O contemplarão como amigo, pois Jesus disse: “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de Meu Pai vos tenho dado a conhecer” (Jo 15:15). Os puros de coração verão a Cristo como um amigo e irmão mais velho. Os que constantemente buscam a Cristo para obter conselho, que oram com sinceridade para receber Seu Santo Espírito, se sentirão angustiados se uma nuvem O ocultar de sua vista.

O mundo cristão de hoje está inclinado a aceitar os sofismas de Satanás em lugar das palavras de Deus. Muitos se separam de Deus por obras de iniquidade, e amam não contemplar Deus ou conservá-Lo em seu conhecimento. Não querem ver Deus, assim como não quis Adão, escondendo-se ao aproximar-Se o Pai celestial. […]

Devemos olhar para Jesus como a única esperança para a remissão de nossos pecados, pois nEle não há pecado. Ele Se fez pecado por nós, para que pudesse carregar nossa culpa, apresentar-Se diante do Pai como culpado em nosso lugar, para que nós que nEle cremos como nosso Salvador pessoal sejamos, por causa de Seus méritos, considerados limpos da influência contaminadora do pecado. Por meio da justiça imputada de Cristo, somos considerados inocentes. Cristo concedeu a todo ser humano a evidência de que unicamente Ele é capaz de suportar o sofrimento, a aflição e o pecado humanos. Aqueles que têm a Cristo como seu substituto e certeza, lançando seu espírito impotente sobre Cristo, serão capazes de suportar ao contemplar Aquele que é invisível. Pertence-lhes a promessa “bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus”.

Ao ser seduzido pelo pecado, não entre em desespero. Não se prolongue e se lamente em desesperada descrença, mas leve seu caso imediatamente a Jesus. […] Cristo passou pelo terreno em que Adão caiu e redimiu sua humilhante queda. Ele foi aperfeiçoado pelo sofrimento e é capaz de socorrer todos os que são tentados, e apresentar uma forma de escape, para que sejam capazes de resistir à tentação. […] Ele Se compadece de cada ser humano, pois identifica Seus interesses com os interesses daqueles que veio salvar. Que maravilhoso Sumo Sacerdote é Jesus! Podemos lançar nosso próprio fardo sobre Ele (Signs of the Times, 3 de outubro de 1895).

********************************************************************************************************************

-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.  http://www.cpb.com.br
-> Música: Interface, “Puro coração”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook