WebRadio

Central de Mídia

O quociente da bondade


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1638 – 26 de junho de 2018

“Sede uns para com os outros benignos” (Efésios 4:3).

Centenas de profissionais acadêmicos reuniram-se para homenagear um homem que ganhara um Prêmio Nobel em Ciência. Durante as cerimônias preliminares, sua esposa esperava nos bastidores com as esposas de outros homens que também seriam homenageados. A esposa do ganhador do Prêmio Nobel não parecia muito animada. As outras mulheres quiseram saber o porquê.

“Como posso estar feliz tendo um marido como esse?” disse ela, e passou a descrever uma vida familiar patética. Imediatamente, as outras mulheres replicaram: “Ora, esta é exatamente a minha história.” Todas elas tinham a mesma experiência de negligência e abuso.

Enquanto os flashes das câmeras espocavam e dignatários faziam magníficos discursos, uma história bem diferente se desenrolava nos bastidores. Aquelas que eram íntimas dos homenageados conseguiam descrever apenas uma miséria comum a todas elas. Uma coisa é ser reto. Outra coisa é ser bondoso. É possível ter um alto QI, mas um baixo QB.

QB são as iniciais de quociente de bondade. Tem que ver com nossas relações interpessoais. O sucesso na vida não é o resultado apenas de sermos inteligentes, mas de como tratamos os outros. O fator bondade faz toda a diferença.

A bondade é um dos atraentes atributos de Deus. Ele é “clemente e misericordioso, tardio em irar-Se e grande em bondade” (Ne 9:17). O salmista declara com convicção: “Mui grande é a Sua misericórdia para conosco” (Sl 117:2). A bondade busca oportunidades para fazer bem aos outros. Ela se deleita em fazer os outros felizes. Bondade não é exigir; é dar. Pense como seria a atmosfera em nosso lar se todos fôssemos um pouco mais bondosos. Pense como seria o ambiente de trabalho se fôssemos um pouco mais bondosos. Pense como seriam nossas escolas, nossas igrejas e nossas comunidades se fôssemos um pouco mais bondosos.

Bondade produz bondade. As pessoas ao nosso redor refletem as atitudes que projetamos. Elas são como espelhos que reproduzem a nossa imagem. A garotinha estava muito certa quando, antes de dormir, orou: “Senhor, ajuda todas as pessoas más a serem boas, e todas as pessoas boas a serem bondosas.” Por que não pensar em alguém por quem você possa fazer um ato de bondade ainda hoje?


-> Música: Márcia Layane, “Deus é bom”
-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9893 2056 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook