WebRadio

Central de Mídia

O perigo da autossuficiência


Gostou? Compartilhe!

07-02 TDR 1134

TEMPO DE REFLETIR 1134 – 7 de fevereiro de 2017

“Pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu. Aconselho-te que de Mim compres ouro” (Apocalipse 3:17 e 18).

A autossuficiência espiritual é extremamente perigosa. Pessoas autossuficientes acham que têm tudo sob controle. Elas não têm consciência de nenhum problema. Acham que tudo está bem, quando não é bem assim. Esse é o problema de Laodicéia.

Em Apocalipse 3 podemos ver que Jesus foi um pouco mais fundo em Seu diagnóstico. “Estou rico… e não preciso de coisa alguma.” É assim que os laodiceanos se sentem. Evidentemente, os cristãos da cidade faziam parte da prosperidade geral. Eles não eram discriminados, nem sofriam perseguição. Isso era muito bom. Mas os laodiceanos não sentiam entusiasmo com o evangelho. Ele não os emocionava. As boas-novas sobre Jesus Cristo já haviam caído de moda. O materialismo entorpeceu seus sentidos espirituais. A correria da vida diária acabou por neutralizar seus valores espirituais.

À primeira vista, o sentir-se confortável não parece ser uma coisa ruim e, certamente, não é algo perigoso. O que há de errado com suprir as necessidades? O que há de errado com estar bem financeiramente? O que há de errado com estar feliz com o que se tem? A resposta é: nada – exceto quando você é pobre, cego e nu e não sabe! O problema começa quando você está faminto interiormente, mas acha que está bem alimentado; quando você está cego interiormente, mas acha que pode ver.

Cristo convida para “ungires os olhos [com colírio], a fim de que vejas” (verso 18). No Novo Testamento, é o Espírito Santo quem abre nossos olhos, quem ilumina nossa mente. É o Espírito Santo quem nos ajuda a entender e a convencer-nos da verdade.

É fácil desenvolver pontos cegos quanto aos nossos defeitos de caráter. O Espírito Santo é quem pode ajudar-nos a ver o que realmente existe no profundo do nosso coração. Por que não pedir ao Espírito para guiá-lo em toda a verdade (João 16:13)? A verdade sobre sua atitude, a verdade sobre seus pecados ocultos em seu próprio coração, a verdade sobre hábitos escravizantes – por que não pedir ao Espírito Santo que lhe revele tudo isso e o liberte hoje mesmo?


-> Música: Melissa Barcelos, “Dependente”
-> Locução: Amilton Menezes

Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99893-2056 e mande uma mensagem pedindo os áudios. Se você tem Telegram, adicione nosso canal: telegram.me/tempoderefletir

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook