WebRadio

Central de Mídia

O pecado é abrangente


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1458 – 28 de dezembro de 2017

“E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores” (Mateus 6:12).

Antes de poder fazer essa oração, as pessoas devem reconhecer a necessidade de fazê-la. Elas precisam admitir com franqueza que são pecadoras. “Perdoa-nos as nossas dívidas”.

Muitos membros de igreja falham nesse ponto. Pensam no pecado em termos de ser um bêbado, um assassino, etc. Contudo, o pecado é mais amplo que isso. As cinco primeiras palavras para pecado no Novo Testamento mostram que ele infecta e afeta todos os aspectos de nossa vida.

A primeira palavra é harmartia, que significa literalmente “errar o alvo”. O pecado como harmartia é deixar de ser o que poderíamos ter sido. William Barclay ilustra esse ponto como três estágios na nossa vida. Primeiro, vem o tempo em que as pessoas dizem: “Ele fará alguma coisa”. Depois elas podem dizer: “Ele poderia fazer alguma coisa, se quisesse”. E finalmente as pessoas dizem: “Ele poderia ter feito alguma coisa”.

O pecado como harmartia é abrangente. É não ser tudo quanto poderíamos ter sido. E quem não poderia ser um melhor esposo, esposa, empregado, filho, filha e assim por diante?

A segunda palavra para pecado é parabasis, que traz consigo a ideia de ultrapassar a linha que separa o certo do errado. Mais uma vez, o pecado como parabasis abrange vários aspectos em nossa vida. Será que nunca ultrapassamos a linha numa atitude indelicada ou numa palavra ou pensamento descortês?

A terceira palavra para pecado é paraptoma, que quer dizer “escorregar”, igual ao que acontece quando uma pessoa escorrega numa estrada coberta de gelo. Essa espécie de pecado pode ser ilustrada pelo escorregar no temperamento ou nas paixões.

A quarta palavra para pecado é anomia, ou ilegalidade. Esse é o pecado da pessoa que sabe o certo, mas faz o errado. Isto é o que a maioria de nós considera pecado.

A última palavra para pecado é opheilema, que é a palavra usada em Mateus 6:12. Opheilema significa débito, deixar de pagar o que se deve. E ninguém pode alegar que pagou todas as suas dívidas para com Deus.

O pecado é mais abrangente do que imaginamos. Todos precisamos orar diariamente baseados nos conceitos da Oração do Senhor.


-> Música: Joyce Carnassale, “Preciosa graça”
-> Locução: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook