WebRadio

Central de Mídia

O Pai que espera


Gostou? Compartilhe!

12-01 TDR 742

TEMPO DE REFLETIR 742 – 12 de janeiro de 2016

“Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou” (Lucas 15:20).

Quando o filho pródigo entendeu que havia malbaratado suas faculdades do coração, da mente e da alma, e se arruinava para a eternidade, “voltou ao seu juízo”. Reconheceu sua condição e voltou para o pai, a fim de confessar seus erros, pedir perdão e solicitar a posição de empregado. Em vez disso, o pai o recebeu de volta como filho. Seu pai aguardava ansiosamente recebê-lo (Luc. 15:18-24). “Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou.”

Seu pai o aceitou e lhe perdoou, orientando os servos para que trouxessem a melhor túnica, lhe pusessem no dedo o anel da autoridade e preparassem uma grande festa. “Porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado.” Verso 24.

“Em sua irrequieta juventude, o filho pródigo considerava o pai inflexível e austero. Que diferente é sua concepção dele agora!… Todavia o homem cujos olhos foram abertos por Cristo reconhecerá a Deus como cheio de compaixão. Não lhe parece um tirano inexorável, mas um pai ansioso por abraçar o filho arrependido.” – Parábolas de Jesus, pág. 204.

Muitos acreditam que não são importantes para Deus, mas isso não é verdade. Todos têm a profunda necessidade e o anelo de serem amados, respeitados e de se sentirem importantes. Jesus ressaltou a importância de cada um de nós como indivíduos nas parábolas da ovelha perdida e da moeda perdida, mas especialmente na parábola do filho pródigo. Ele espera por nós, assim como o amoroso pai esperava o retorno do seu filho pródigo. Cristo recebe de volta tanto o pródigo que mergulhou no pecado quanto o pródigo cristão. Ambos são de grande valor aos Seus olhos.

Às vezes é difícil mesmo para nós, como cristãos, entender que Jesus Se interessa por nós. Podemos tê-Lo desapontado, caindo em “pecados respeitáveis”. Ou podemos ter escorregado, perambulando por caminhos maus. Mas lembre-se de que o Salvador, que aceitou o pródigo arrependido, certamente perdoará e aceitará o cristão arrependido. Você é de grande valor para Jesus.


Ficha Técnica:
-> Texto: H.M.S. Richards Jr.
-> Música: Cláudia Nobre, “Vem filho meu”
-> Locução e edição: Amilton Menezes
-> Finalização: Isa Vasconcelos

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook