WebRadio

Central de Mídia

O dilema das diferenças


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1964 – 18 de maio de 2019

Colossenses 3:14 e 15: “E acima de tudo isso, tenham amor, pois o amor une perfeitamente todas as coisas. E que a paz que Cristo dá seja o juiz nos corações de vocês”.

As diferentes matérias-primas que são trazidas para o casamento podem ser a diferença de idade, a diferença de formação, níveis diferentes de escolaridade; um pode ter melhor posição profissional que o outro. Ainda assim a chama do amor pode ser mantida em reconhecimento da união de duas vidas em uma.

Somos sempre indivíduos mas ao mesmo tempo juntos. Cada matéria-prima é vista de modo isolado, com sua própria identidade, mas se funde num bom produto: um casamento cheio de amor.

Numa cerimônia de casamento os noivos pediram para terem três velas na decoração. Durante a cerimônia eles queriam pegar as duas velas acessar e com elas acender a outra vela que estava apagada. Em seguida, apagariam as outras duas.

O simbolismo era interessante, mas não é muito prático. Cada um, dentro do casamento, precisa manter sua individualidade e, ao mesmo tempo, fundir suas diferenças e semelhanças em um só produto.

Nosso Senhor Jesus torna-se parte desse processo. E quanto mais aceitamos a contribuição de cada um, mais forte e mais dinâmico será nosso casamento.

Os dois serão uma só carne, uma só pessoa. Duas pessoas se tornam uma só pessoa no casamento, mas continuam duas pessoas. É um dilema, porém, necessário.

Reflita sobre isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Obrigado, Pai, por nossas diferenças e mais ainda por Teu grande amor que, habitando em nós, nos ajuda a vivermos em união e felizes. Em nome de Cristo, amém.


-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:
-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).
-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7
-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99893 2056 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook