WebRadio Maranatha

No último dia


Gostou? Compartilhe!

25-paisagem

TEMPO DE REFLETIR 329 – 25 de novembro de 2014

“Conhecido, com efeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós” (1 Pedro 1:20).

A linha de raciocínio de Pedro se inicia vários versos antes. Sabe quão facilmente o cristão pode se esquecer do chamado para uma vida pura e santa e cair vítima da tentação. Todavia, Aquele que é santo convida Seu povo a manter um estilo de vida santo. Não permita que a palavra “santo” mova seus pensamentos na direção errada. Pedro está falando sobre a violação dos mandamentos e os pecados comuns que afrontam a natureza de Deus.

A memória aguçada do que fomos e do que agora somos em Cristo deve guardar-nos de cair. Afinal, o preço pago por nós não é medido em prata ou ouro, mas com o precioso sangue de Cristo. Deus considerou o preço e preparou-Se para pagá-lo antes de criar o homem.

Nestes últimos tempos a salvação assume o controle e substitui o desespero pela fé e esperança. O último dia nos atrai como imã para a glória final do aparecimento de Cristo. Deus nos concede o hoje como tempo de preparo. Trabalhamos nisto hoje. Estar preparado para a vinda de Jesus tem nossa prioridade máxima.

Os “últimos tempos” avançam em direção de um clímax. O tempo não se detém enquanto os homens se arrependem, mas prossegue adiante. Deus tem tido outros dias, eles são passados. O último dia chegou e suas horas estão passando.

Quando Paulo quis enfatizar a urgência da mensagem de salvação, propôs dois representantes da raça humana: o primeiro Adão e o último. O primeiro Adão representa a humanidade perdida, incapaz, condenada, alienada de Deus. O segundo Adão representa a nova humanidade criada à imagem de Cristo.

O último Adão é o Adão para o último dia. Deus O ressuscitou dentre os mortos e estabeleceu a salvação por intermédio dEle. Aqueles que vivem no eskaton, o último dia do Novo Testamento, põem a confiança em Jesus, o Adão eskaton. [Dessa palavra, de origem grega, temos escatologia, doutrina das coisas que deverão acontecer depois do fim do mundo].

O viver santo caracteriza os remanescentes do último dia. Ressuscitados para a novidade de vida em Cristo Jesus, praticam a santidade. A novidade exige a resposta de uma nova criatura. Ore para que Cristo possa dar a você uma nova vida habilitada para o último dia.

“Busquem os que desejam alguma coisa nova aquela novidade de vida que provém do novo nascimento” (ME, livro 1, p. 173).

****************************************************************************************************************************************
-> Autoria: Walter Scragg
-> Música: Alessandra Samadello, “A Tua presença”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook

WebRadio Maranatha