WebRadio

Central de Mídia

Não seja egoísta!


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1457 – 27 de dezembro de 2017

“Então, dirá o Rei aos que estiverem à Sua direita: Vinde, benditos de Meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Porque tive fome, e Me destes de comer; tive sede, e Me destes de beber; era forasteiro, e Me hospedastes; estava nu, e Me vestistes; enfermo, e Me visitastes; preso, e fostes ver-Me” (Mateus 25:34-36).

Hoje queremos focalizar a palavra “nosso” na petição pelo pão de cada dia. Jesus não nos ensina a orar “O pão meu de cada dia dá-me hoje”, mas “o pão nosso de cada dia dá-nos hoje”.

Há um lado social em nosso andar diário com Deus. Precisamos orar em favor do pão de cada dia dos outros, assim como oramos pelo nosso. Milhões de pessoas morrem de fome a cada ano, enquanto outros morrem de doenças relacionadas com o comer demais. O problema não consiste na inexistência de alimento, mas na má distribuição dele.

A maioria dos leitores/ouvintes desta mensagem talvez não tenha que orar muito encarecidamente pelo pão nosso de cada dia. Talvez passem boa parte da oração agradecendo a Deus pelo suprimento abundante de alimento que já possuem. Apesar disso, poucos são os que fazem essa oração sem um sentimento de culpa por ter comida suficiente, quando grande parte do mundo passa fome. Assim sendo, a quarta petição é, em certo sentido, uma oração por justiça social. Além disso, pode ser significativo o fato de essa petição preceder a que suplica por perdão.

Outra lição extraída do pedido pelo pão de cada dia é o enfoque da atividade humana em ligação com a oração respondida. Como disse Lutero, não devemos pedir de maneira indolente e esperar que Deus, no último minuto, faça cair um ganso em nossa boca.

Deus pode dar condições favoráveis para a obtenção do pão de cada dia, mas os seres humanos precisam fazer sua parte. Conta-se a história de um homem que admirava a fazenda frutífera do vizinho. “É maravilhoso o que Deus pode fazer com um pedaço de terra como esse”, comentou o visitante.

“Sim”, disse o fazendeiro, “mas você devia ter visto essa terra quando Ele a retinha para Si”.

A fidelidade no trabalho faz parte da oração pelo pão de cada dia.


-> Música: Grupo Projeto Paz 2000, “Melhorar o mundo”
-> Locução: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook