WebRadio

Central de Mídia

Não se esqueça de agradecer


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 2149 – 19 de novembro de 2019

Salmo 103:2: “Bendiga o Senhor a minha alma! Não esqueça nenhuma de Suas bênçãos!”.

Se eu pedisse a você que fizesse uma lista de presentes que gostaria de receber no seu aniversário ou no próximo Natal, rapidamente viriam muitas opções: uma viagem de férias, um celular de última geração, uma bolsa de estudos, etc. Para pedir, somos muito bons, mas quando chega a hora de dizer obrigado… Parece que nos esquecemos de agradecer como fazíamos antes. Você ajuda a pessoa, acompanha, diz tudo como é para fazer, digita, salva-a de morrer afogada, e… “tá bom!”, “até logo!”, “valeu!”.

O pastor de uma igreja incluiu o item gratidão em seus anúncios no boletim: “Nove pessoas perdidas no mar!” Os membros da igreja conversavam entre si: “Quando aconteceu? Quem foi?” A curiosidade era tamanha que o pastor teve que explicar: “Onze pessoas vieram pedir oração porque estavam indo mar adentro para a pescaria e a recreação. Mas somente duas vieram agradecer dizendo que voltaram bem. Imaginei que as outras nove estivessem desaparecidas.”

Com que frequência você expressa sua gratidão? Você se queixa mais ou agradece mais durante o dia? Sua mente está nas bênçãos ou nos problemas?

Em lugar de dizer: “Droga! Essa chuva logo agora!”, diga: “Que bom que estamos debaixo do mesmo guarda-chuva!” Em lugar de dizer: “Que pena que perdemos a vez na balsa. Éramos os últimos”, diga: “Que bom que vamos ser os primeiros a entrar na próxima balsa!”

Rudyard Kipling, grande escritor e poeta, teve o privilégio de viver do próprio sucesso, ganhando muito dinheiro com seus escritos. Certa vez, um repórter disse a ele: “Sr. Kipling, acabo de ler que alguém calculou o dinheiro que o senhor ganhou escrevendo. Mais ou menos cem dólares por palavra.” Kipling franziu a testa e disse: “Eu não sabia.”

O repórter ousadamente meteu a mão no bolso, tirou uma nota de cem dólares e disse: “Sr. Kipling, aqui está uma nota de cem. Poderia me dar uma das suas palavras?” Kipling olhou para a nota um momento, dobrou-a, colocou-a no bolso e disse: “Obrigado!” Ele estava certo. A palavra obrigado vale muito e o sentimento de gratidão muda o sabor do dia.

O Salmo 103 do qual tiramos o texto de hoje é um catálogo de bênçãos pelas quais devemos ser gratos. Ele contém 22 versos, o mesmo número de letras que existem no alfabeto hebraico.

Será que você pode encontrar um motivo para agradecer a Deus em cada letra do alfabeto?

Faça isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Pai, quero dizer como Davi, no Salmo 103: Bendiga o Senhor a minha alma. Muito obrigado! E que eu não esqueça, Pai, nenhuma de Suas bênçãos. Em nome de Jesus, amém!


-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH para Android e iOS

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: youtube.com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios.

-> Instagram: @amiltonmenezes7

-> Twitter: @AmiltonMenezes

-> Facebook: facebook.com/AmiltonMenezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook