WebRadio

Central de Mídia

Jesus ama você


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR – 10 de junho de 2013

Deus prova o Seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores. Romanos 5:8

Amo falar de Jesus e de Seu amor inigualável. Não tenho uma dúvida sequer do amor de Deus. Sei que Ele é capaz de salvar todos os que se achegam a Ele. Seu precioso amor é uma realidade para mim, e as dúvidas expressadas por aqueles que não conhecem o Senhor Jesus Cristo não têm efeito sobre mim. […]

Os que entregam o coração a Cristo encontram descanso em Seu amor. Temos prova da magnitude de Seu amor em Seus sofrimentos e morte. […] Jesus suportou tamanha agonia […] porque Ele Se tornou o substituto e penhor do pecador. Suportou a pena da lei que o pecador merecia para que pudéssemos ter […] outra chance de provar nossa lealdade a Deus. […]

Existem apenas duas classes em todo o Universo: os que creem em Cristo e cuja fé os leva a guardar os mandamentos de Deus, e os que não creem nEle e são desobedientes. […]

Você dispõe de todas as razões para crer que Ele pode salvá-lo e o salvará. Por quê? Por que não há culpa em você? Não. Porque você é um pecador, pois Cristo disse: “Não vim chamar justos, e sim pecadores ao arrependimento” (Mt 9:13). O chamado é dirigido a você. Quando Satanás lhe diz que não existe esperança, responda-lhe que você sabe que existe; “porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3:16). […]

A mão que foi pregada na cruz por você está estendida para salvá-lo. Creia que Jesus ouvirá sua confissão, receberá seus pedidos, perdoará seus pecados e fará de você um membro da família real. Você precisa da esperança que Jesus concederá para animá-lo em qualquer circunstância. […]

A pessoa que aceita a verdade verá desaparecer seu amor pelas coisas terrenas. Ela vê a insuperável glória das coisas celestiais e reconhece a excelência do que se relaciona com a vida eterna. Fica maravilhada com que é invisível e eterno. Desfaz-se seu apego às coisas terrenas; ela fixa o olhar com admiração nas glórias invisíveis do mundo celestial. Compreende que as provações produzem para ela eterno peso de glória muito mais excelente; e, em comparação com as riquezas que estão à sua disposição, considera-as como leves aflições que apenas duram um momento (Review and Herald, 23 de junho de 1896).

********************************************************************************************************************

-> Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.  http://www.cpb.com.br
-> Música: Suelen Maia, “Soube que amavas”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook