WebRadio

Central de Mídia

Inimigo sorrateiro


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1793 – 28 de novembro de 2018

“Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós. Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar” (I Pedro 5:7 e 8).

O diabo não tem escrúpulos. Não lhe importa qual a maneira como ele vai enganá-lo. O que lhe interessa é que você tropece e caia. Com alguns de nós, ele utiliza um tipo de tentação; com outros, outra tática. Pode até mesmo empregar táticas opostas para alcançar os mesmos objetivos.

Assim, talvez pensemos que vencemos a batalha contra Satanás porque o enfrentamos quando ele chegou na porta da frente de nossa vida. Mas, antes que nos demos conta, percebemos que ele se introduziu sorrateiramente pela porta dos fundos. São infinitos os seus métodos. Ele pode aparecer até como um anjo de luz.

Esses pensamentos nos reportam diretamente aos ensinos de Jesus na última metade de Mateus 6. Separe tempo para ler novamente os versos 19-34. Que verso divide esses versículos em duas partes? Qual é o fio comum que liga as duas partes? Em que diferem essas duas partes?

O ponto decisivo desses versos é o versículo 25. Até esse ponto da passagem, Jesus vem dizendo a Seus ouvintes para não fazerem dos bens materiais e do sucesso seu objetivo na vida ou a coisa mais importante. Mas no versículo 25 ocorre uma mudança. O assunto agora é não preocupar-se com os bens, nem mesmo com as necessidades da vida.

O fio comum que atravessa o versículo 19 ao 34 são as posses materiais. Os versículos diferem no seguinte: a primeira parte trata da aquisição de posses, enquanto a última parte focaliza a preocupação sobre elas.

Mas a estratégia do diabo é a mesma por todo o caminho. Ele quer que o lado material da vida seja o ponto focal de nossos pensamentos. Quer que o material domine o espiritual. E alcança seus objetivos, tão logo consegue desordenar nossas prioridades.

Em Mateus 6, Jesus fala sobre ambos os lados da tentação comum do materialismo. Ele apresenta uma mensagem profundamente necessária para o tempo em que vivemos. Uma mensagem especialmente necessária para mim.


-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:
-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).
-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7
-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99893 2056 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook