WebRadio

Central de Mídia

Fonte de ira e homicídio


Gostou? Compartilhe!

05-03 TDR 1160

TEMPO DE REFLETIR 1160 – 5 de março de 2017

“Não matarás” (Êxodo 20:13).

Tenho que admitir isso. Nunca matei ninguém. E muito provavelmente jamais matarei alguém em toda a minha vida.

Esse é um pensamento confortador. Ele me faz sentir bem. É um pensamento que me faz ser honesto comigo.

Mas é muito mais do que isso. Não só jamais matei alguém, como também nunca ninguém me acusou desse ato.

Acho que sou uma boa pessoa, pareço ser alguém que pelo menos em parte sabe o que faz. Esse sentimento de justiça própria, porém, é destruído quando começo a ler o que Jesus fala sobre a lei. Ele me diz que não devo sequer ficar irado. Acho isso um tanto problemático, pois fico irado de vez em quando. Não gosto dessa nova teologia. Sinto-me mais confortável com minhas próprias definições. Elas me fazem sentir bem.

Mas o propósito de Jesus não é fazer-me sentir bem. É ajudar-me a compreender a natureza do pecado e minha grande necessidade de Sua graça perdoadora e habilitadora.

O que Jesus quis dizer ao mencionar que o fato de irar-se contra outra pessoa está incluído no verdadeiro significado do sexto mandamento?

No grego existem duas palavras para ira. A primeira é thumos, e se refere àquela ira momentânea, que se inflama como a labareda em um monte de palha. É a ira que rapidamente arde e com a mesma rapidez morre. Essa não é a ira a que Jesus se refere em Mateus 5:21.

Jesus usa a palavra orge. Orge é a ira duradoura, a ira da pessoa que nutre seu sentimento contra a outra, a ira que a pessoa acaricia e recusa deixá-la morrer. É a ira que busca vingança.

Essa ira, sugere Jesus, é a mesma coisa que o homicídio. É a raiz do forte sentimento do coração e da mente que leva ao homicídio. E mesmo que não leve a cabo o ato, a pessoa que nutre a ira orge está em desarmonia com Deus e debaixo de juízo.

Ajuda-me neste dia, Senhor, a afastar de mim a ira destrutiva. Ajuda-me a amar os outros, assim como Tu me tens amado”.


-> Música: Arautos do Rei, “Calma, mansa e tranquila”
-> Locução: Amilton Menezes

Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99893-2056 e mande uma mensagem pedindo os áudios. Se você tem Telegram, adicione nosso canal: telegram.me/tempoderefletir

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook