WebRadio

Central de Mídia

Do jeito de Deus!


Gostou? Compartilhe!

28-familia

TEMPO DE REFLETIR 209 – 28 de julho de 2014

Se teu irmão pecar contra ti, vai argui-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão. (Mt 18:15)

Queixas intermináveis invadiam o escritório do preceptor Morgan. Parecia que todos os alunos problemáticos tinham ido parar naquele dormitório. Ninguém se entendia, e o preceptor não tinha como resolver todos os problemas. Mas, um dia, ele captou o conselho de Jesus: “Se teu irmão pecar contra ti, vai argui-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão” (Mt 18:15). E decidiu ver o que aconteceria se os alunos agissem de acordo com aquelas palavras. Convocou a todos e estabeleceu que, dali em diante, qualquer um que fosse a ele com alguma queixa deveria primeiro ir falar com o colega acusado.

Morgan ficou pensando no que aconteceria. Inicialmente, ele temeu que a ideia de “procurar o irmão” pudesse resultar em confrontos. Porém, começou a notar que o dormitório estava mais calmo. Ninguém mais aparecia com reclamações. Descobriu que os estudantes estavam colocando em prática o ensinamento de Cristo, com resultados maravilhosos. No final do ano, o dormitório tornara-se um modelo para o resto da escola. O pior lugar do campus transformara-se no melhor.

Tenho visto esse princípio funcionar durante todos os anos de meu ministério. Quando ele é seguido, corações são curados, barreiras são quebradas e conflitos, resolvidos.

Nunca discuta o suposto comportamento negativo de uma pessoa sem, primeiro, abordá-la. Faça isso com amor cristão e humildade, deixando que Deus opere. Problemas aparentemente insolúveis podem evaporar-se, quando uma pessoa acusada tem a chance de se explicar. Resolva os problemas de relacionamento à maneira de Deus, e veja o que acontece.

*****************************************************************************************************************************************
-> Autor: Mark Finley
-> Música: Iveline, “É preciso viver o amor”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook