WebRadio

Central de Mídia

Diferentes tipos de grandeza


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 2056 – 18 de agosto de 2019

Lucas 9:46 a 48: “Levantou-se entre eles uma discussão sobre qual deles seria o maior. Mas Jesus, sabendo o que se lhes passava no coração, tomou uma criança, colocou-a junto a Si e lhes disse: Quem receber esta criança em Meu nome a Mim Me recebe; e quem receber a Mim recebe Aquele que Me enviou; porque aquele que entre vós for o menor de todos, esse é que é grande”.

É curioso que a última palavra do Sermão do Monte seja “grande”. Isto não fica tão patente na passagem bíblica de Mateus 7:27, na versão Almeida Revista e Atualizada, mas é a última palavra no grego e também na versão de Lucas da história dos dois construtores, segundo a versão King James, que diz: “E a ruína daquela casa foi grande” (Lc 6:49). Foi um grande desmoronamento, uma grande queda, um grande desabamento.

O que é mais interessante é que essa mesma palavra era bastante apreciada pelos que não conseguiam compreender a mensagem de Jesus, tanto por parte dos que eram inimigos dEle como dos Seus amigos.

Desejo de grandeza foi o problema de Satanás, que queria ser semelhante a Deus. Esse era o problema dos escribas e fariseus, que queriam os melhores lugares nos banquetes, visto que o assento era de acordo com o nível social. Eles também desejavam ser considerados grandes homens de oração e jejum.

Até mesmo os discípulos acalentavam o desejo de ser grandes. Essa discussão os preocupou até mesmo quando Jesus Se encaminhava para a cruz.

Desde o início do Seu ministério, Jesus declarou guerra ao desejo de ser grande, e jamais deixou de advertir contra ele. Por quê? Porque o desejo de grandeza humana constitui a essência do problema do pecado. Certo escritor sugeriu que a palavra de encerramento do Sermão do Monte, proferido por Jesus, dá a entender que “a única coisa realmente grande nos cristãos que buscam grandeza é a grandeza de sua queda”.

Aos olhos de Cristo, o caminho da grandeza é o caminho do serviço e da humildade, da pobreza espiritual e da fome e sede de justiça. O sermão termina, portanto, com o mesmo pensamento com que se iniciou.

Reflita sobre isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Transforma, Pai, o meu coração. Arranca de dentro dele qualquer desejo de grandeza. Por favor: coloca humildade! A humildade de Cristo. É o que peço em nome de Jesus, amém!


-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:
-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).
-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7
-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios
-> Instagram: @amiltonmenezes7
-> Twitter: @AmiltonMenezes
-> Facebook: facebook.com/AmiltonMenezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook