WebRadio Maranatha

Deus e o comum


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 2349 – 6 de junho de 2020

Atos 10:15 “Ao que Deus purificou não consideres comum”.

Deus tinha um modo de olhar para os gentios; Pedro, outra. A atitude de Deus dignificava o gentio, ao passo que a atitude de Pedro o desprestigiava, considerando-o pessoa comum.

A lição que Deus nos ensinou, porém, foi que não devemos desprezar as pessoas ou coisas consideradas comuns, mas que por Ele são tidas como importantes e necessárias.

Recebemos de Deus a vida para participarmos dela. Os trabalhos mais comuns e considerados mais humildes representam, na vida social, tanto valor quanto os mais elevados e devem ser realizados com o mesmo sentimento de dignidade.

Pela sua humildade, o menino Samuel nos ensina preciosas lições. Ele realizava os trabalhos mais simples da “Casa do Senhor”, como o abrir das portas cada manhã, enquanto Deus o estava preparando para grandes responsabilidades no futuro.

A presença de Jesus na Terra nos mostra como Deus valoriza as coisas comuns da vida diária. “O Salvador condescendeu em ser pobre, para ensinar quão intimamente podemos nós, em uma vida humilde, andar com Deus” (O Desejado de Todas as Nações, p. 74).

A encarnação de Cristo, portanto, prestigia as coisas comuns do cotidiano. Ele viveu numa casa humilde, trabalhou num banco de carpinteiro, atendeu aos convites para jantar, misturou-se com os publicanos e com as pessoas comuns nas ruas, nas lojas, e observava com interesse todas as novidades e ações dos homens do Seu tempo. Ele viveu a vida das pessoas simples.

Impressiona fortemente a dignidade que Cristo deferiu às pessoas comuns. Transformou pescadores em apóstolos; um fabricante de tendas em apóstolo dos gentios; um coletor desprezado em discípulo e escritor de fama; um discípulo tímido, vacilante que O negou, numa rocha. E ainda hoje, para nosso estímulo, Ele procura transformar as vidas comuns, desprezadas e desconhecidas em vidas dignas e de serviço abnegado para o reino de Deus.

Se você faz um trabalho comum como o de Samuel quando menino, faça-o com dignidade e esmero. Para Samuel, abrir cada dia as portas da “Casa do Senhor”, era motivo de grande alegria. Quem faz um serviço humilde com zelo e dignidade, recebe a aprovação de Deus.

Reflita sobre isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Obrigado, Pai, porque tens o poder de usar coisas pequenas, humildes, para grandes obras, nas Tuas mãos e através das Tuas mãos. Te louvamos por isso, Pai. Nos use no dia de hoje. A cada um de meus ouvintes. É o que peço em nome de Jesus, amém!


-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH para Android e iOS

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: youtube.com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios.

-> Instagram: @amiltonmenezes7

-> Twitter: @AmiltonMenezes

-> Facebook: facebook.com/AmiltonMenezes

 

 

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook

WebRadio Maranatha