WebRadio

Central de Mídia - WebRádio Maranatha

Desculpas esfarrapadas


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1501 – 9 de fevereiro de 2018

“Eles [os convidados] começaram, um por um, a apresentar desculpas” (Lucas 14:18).

Adão, Eva, Arão, os dez espias que não quiseram voltar para conquistar a terra, Elias, Jonas e Félix diante de Paulo, são apenas alguns de uma longa lista daqueles que procuraram se desculpar diante de Deus. Há pessoas que são especialistas na arte de apresentar desculpas. Diante de um compromisso assumido, dizem: “Olha, eu gostaria muito de ir, mas…”; “Não leve a mal dessa vez, mas não vai dar”; “Vai ter que ficar para a próxima”; “Surgiu um imprevisto”; “Você me mandou um e-mail?”; “Ué, você não recebeu?”

Seja na escola, no trabalho, no namoro, na hora da multa no trânsito, as desculpas são as mais criativas possíveis. Existem até sites que podem ajudá-lo a apresentar uma boa desculpa, se a sua não for convincente.

Na parábola, o convite foi enviado com antecipação e quem convidou esperava que todos fizessem do convite uma prioridade. Mas, dentre os convidados para a ceia, surgiram três desculpas. A primeira foi a do homem preocupado com seu trabalho: “Comprei um terreno. Preciso ver se é produtivo, quem são meus vizinhos e as perspectivas de valorização.” O trabalho era mais importante do que os convites de Deus. O segundo tinha comprado dez bois. Estava preocupado com seu dinheiro. “Preciso ver se estão bem cuidados e se fiz um bom investimento.” E a terceira desculpa foi a mais fria: “Não posso ir.” “O relacionamento com minha família e com os amigos é muito forte. Minha esposa não quer ir.”

Note as três desculpas: trabalho, dinheiro e relacionamentos. Até hoje continuam sendo fatores importantes na hora da decisão.

Nós também, quando fazemos uma festa de aniversário ou noivado, queremos ter a casa cheia e ficamos aborrecidos quando a pessoa nem dá satisfação. Deus espera que Seus convites tenham prioridade.

O dono da festa não insistiu com os que trataram com descaso seu convite. E, como o compromisso da graça é alcançar tantos quantos seja possível, o convite foi para os que não mereciam. Ele disse: “Saiam depressa, vamos fazer a festa com os mais improváveis. Convidem a todos. Tragam os pobres, os aleijados, os cegos e os mancos. É com eles que vou fazer a festa.”

Em Seu amor e graça, Deus quer ter a casa cheia. E Ele diz: “Ainda há lugar.”


-> Música: Arautos do Rei, “Aqui é seu lugar”
-> Locução: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9893 2056 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook