WebRadio

Central de Mídia

Deixai vir a Mim


Gostou? Compartilhe!

18-01 TDR 748

TEMPO DE REFLETIR 748 – 18 de janeiro de 2016

“Então Jesus abraçou as crianças e as abençoou, pondo as mãos sobre elas” (Marcos 10:16).

Li recentemente que um dono de restaurante instituiu uma política que não agradaria Jesus. Em vez de permitir que as crianças jantem em seu local, anunciou que estaria banindo todos os que tivessem abaixo de seis anos daquele local sofisticado, mas casual. Não permitirá a entrada dos pequenos clientes porque sente que eles são ruins para o negócio.

Assim como ele, parece que os discípulos de Jesus acreditavam que as crianças eram ruins no negócio do Reino de Deus. Porém, os pais traziam seus filhos para que o Senhor os tocasse (os rabinos colocavam as mãos sobre as crianças e as abençoavam). Os discípulos, achando que os pequeninos eram socialmente sem poder e importância e que não deviam desperdiçar o tempo de Jesus, repreendiam os pais e tentavam mantê-las longe do Mestre (Mc 10:13). O Senhor indignou-se com eles (v. 14). As palavras que Marcos usa para descrever as emoções de Jesus dão a ideia de um grande descontentamento.

O Senhor os reprova porque falharam em perceber que não há pessoas excluídas ou sem importância no Reino de Deus. Na verdade, Jesus usou as crianças (ávidas e dependentes) como o exemplo perfeito de como todos deveriam receber o reino (v. 15). Em seguida, Ele as segurou em Seus braços e colocou Suas mãos sobre elas – um meio visível de transferir a bênção de Deus sobre a vida delas (v. 16).

Ávidos para se dar bem com os negócios desta vida, os adultos algumas vezes podem ter pouco tempo e ver pouca utilidade nas crianças – pessoas pequenas que não exercem poder político, social ou financeiro.  Mas como seguidores de Jesus, somos convocados a vê-las como dádivas nas mãos de Deus, a acolhê-las em Seu nome e retirar os obstáculos que as impedem de vir ao Mestre.

Sejamos um exemplo de Jesus para as crianças, transmitindo a Sua bênção para o futuro delas.


Ficha Técnica:
-> Texto: M.W.
-> Música: Grupo VP, “Não os impeçais”
-> Locução e edição: Amilton Menezes
-> Finalização: Isa Vasconcelos

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook