WebRadio

Central de Mídia

Como ficar em segundo lugar


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1487 – 26 de janeiro de 2018

“Corra para vencer […] Eu não sei sobre você, mas eu estou correndo firme para a linha de chegada” (1 Coríntios 9:24, 26, The Message).

Usar o título da mensagem de hoje em uma palestra para atletas e jogadores, às vésperas de uma final de torneio ou campeonato, seria no mínimo provocação. Ou para confundir ainda mais, poderíamos intitular a palestra como “Aprendendo a ter sucesso como perdedores”. O que o segundo lugar nos ensina?

Não se faça de vítima, pensando: “Todos querem me prejudicar”, “Estão me perseguindo”, “Tenho talento e ninguém me convida”. Fazer o papel principal do filme “Esqueceram de Mim” não vai ajudar.

Reconheça suas peculiaridades. Nenhum de nós é fotocópia de um irmão ou irmã. Nem mesmo se formos gêmeos. Deus criou cada pessoa com diferentes habilidades, técnicas e interesses. Conviva de forma alegre com os diferentes gostos e atrativos.

Chegar em primeiro lugar nem sempre é vencer. Se, no afã de ser o primeiro, você atropelou, pisou e insultou a outros; e se na obsessão pela nota 10 não teve tempo para seus amigos, você descobrirá tarde que o primeiro lugar trouxe solidão e isolamento. Vai levantar o troféu sem ninguém para aplaudir; ninguém com quem comemorar. Nesse caso, o sabor da vitória não traz satisfação completa, nem é tão doce assim.

Não use o fracasso como desculpa para desistir. Certa vez fui visitar o museu de uma grande fábrica de refrigerantes. Logo à entrada, vimos uma contagem crescente, digitalizada velozmente, de quantas latinhas estavam sendo vendidas em todo o mundo. Eram bilhões! Interessante é saber que, no primeiro ano de funcionamento, a empresa vendeu apenas 400 unidades.

Se para você alguma coisa não deu certo, em lugar de procurar uma desculpa, pergunte-se em que pode melhorar da próxima vez.

Aceite-se como uma pessoa de valor. A pesquisa que não serviu, a monografia que não foi aceita, a desclassificação no jogo, não são padrões para medir seu valor pessoal e fazer com que perca a confiança em si mesmo. Você vai descobrir que “o que ensina mais é a escalada e não chegar ao topo da montanha; é a viagem e não o fim dela”.

O cristianismo é o refúgio daqueles que ficaram em segundo lugar, mas que se tornaram campeões pela graça de Deus. Há lugar, prêmio e recompensa para todos.


-> Música: Raiz Coral, “Vencedor”
-> Locução: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook