WebRadio

Central de Mídia

Cativos do amor


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1551 – 31 de março de 2018

“Aquele que não ama nunca conheceu a Deus por experiência, porque Deus é amor” (I João 4:8, versão Williams).

A Bíblia nos diz que “Deus é amor”. Se você não conhece a Deus “por experiência”, então você realmente não tem conhecimento daquilo que o amor genuíno é. Algumas pessoas acham que Deus não as ama e por isso fogem dEle, repetindo a experiência de Adão e Eva no Jardim do Éden. Depois de pecarem, esconderam-se de Deus. Ficaram com medo dEle, porque se haviam separado dEle. Mas não nos podemos ocultar de Deus, tampouco ignorá-Lo. Ou somos fugitivos de Deus, ou cativos do Seu amor.

Dwight L. Moody, o grande evangelista batista, disse a respeito do amor: “Se eu tão-somente pudesse fazer com que os homens entendessem o real sentido das palavras do apóstolo João, ‘Deus é amor’, eu tomaria esse único texto e iria de um lado para outro do mundo proclamando essa gloriosa verdade. Se puder convencer uma pessoa de que a ama, você lhe conquistou o coração. Se você puder realmente fazer com que as pessoas creiam que Deus as ama, nós as veríamos aglomerando-se para entrar no reino do Céu.” – The Way to God, pág. 7.

As pessoas não valorizam nada neste mundo mais do que o amor. Mostre-me um homem ou uma mulher que não tenha ninguém com quem se importar ou a quem amar, e eu lhe mostrarei uma das mais solitárias pessoas da Terra. Um dos motivos pelos quais as pessoas cometem suicídio é a ideia de que ninguém as ama; elas preferem morrer a viver sem amor. Desde a Queda, Deus tem procurado persuadir os seres humanos de que Ele os ama. O diabo tem passado o mesmo tempo semeando as sementes da dúvida sobre o fato de que Deus realmente Se importa conosco.

Alguns pais cometem o grande erro de ensinar a seus filhos que Deus não os ama quando fazem algo errado – só quando fazem o que é certo. Mas cometer algo errado não muda o amor de Deus por nós. Mesmo que tenhamos fugido de Deus, Ele ainda nos ama. Ele odeia apenas o pecado. Às vezes tentamos medir a Deus com nossa pequenina régua, e a partir de nossa posição. Mas a verdadeira medida do amor de Deus é o Calvário. A cruz nos brada que “Deus é amor”. Você está escutando? Você O ouve a lhe falar hoje?


-> Música: Sara d’Araújo, “Não há amor maior”
-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9893 2056 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook