WebRadio

Central de Mídia

Canção de um coração liberto


Gostou? Compartilhe!

10-presente

TEMPO DE REFLETIR 222 – 10 de agosto de 2014

“Porque o Senhor Deus é sol e escudo; o Senhor dá graça e glória; nenhum bem sonega aos que andam retamente” (Salmo 84:11, ARA).

O Salmo 84 transborda de regozijo pela graça de Deus. Assim como outros salmos, ele foi composto para ser acompanhado por música. Nos tempos modernos, as palavras desse salmo se tornaram um lindo solo em inglês.

“Quão amáveis são os Teus tabernáculos, Senhor dos Exércitos!”, exclama o salmista. “A minha alma suspira e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne exultam pelo Deus vivo!” (v. 1, 2, ARA).

Que contraste com a maneira que geralmente vamos adorar o Senhor! Arrastamo-nos para fora da cama, procuramos um lugar ao fundo da igreja e reclamamos se o pregador passa do meio-dia.

No momento, porém, em que a graça de Jesus inundar o coração, no instante em que reconhecermos que Ele nos libertou e O amarmos com todo o nosso ser, ansiaremos por toda oportunidade de adorar e orar. A religião não será um fardo, um peso; ela brotará do coração.

Chegou a hora de adorar a Deus em espírito e em verdade, como disse Jesus (Jo 4:24). Chegou a hora de parar de brincar, de ficar em cima do muro que nos separa do mundo e deixar que Deus seja o Senhor de nossa vida.

“O pardal encontrou casa, e a andorinha, ninho para si, onde acolha os seus filhotes; eu, os Teus altares, Senhor dos Exércitos, Rei meu e Deus meu!”, prossegue o salmista (v. 3, ARA). Ele gostaria de ser um pássaro que faz do Templo o seu lar, sempre perto da presença de Deus.

“Pois um dia nos Teus átrios vale mais que mil; prefiro estar à porta da casa do meu Deus, a permanecer nas tendas da perversidade” (v. 10, ARA). Podemos dizer o mesmo? Qual é o nosso lugar favorito, nossa atividade favorita? É Jesus a pessoa favorita em nossa vida, Seu nome a palavra mais preciosa que sai de nossos lábios, o ato de adorá-Lo a atividade que mais ansiamos realizar?

Ele ainda é o nosso sol e o nosso escudo. Devemos estar certos disso. Em Sua luz enxergamos a luz e caminhamos na luz; em Seu calor a vida espiritual cresce vigorosa. Como nosso escudo, Ele nos guarda, protegendo-nos amorosamente porque pertencemos a Ele. “Eu sou o teu escudo”, Ele disse a Abraão (Gn 15:1, ARA) e diz a nós também.

Hoje Ele nos oferece graça e glória — a graça para cada situação e a glória da Sua presença. E tudo o que for bom Ele nos concederá.

*****************************************************************************************************************************************
-> Autor: William G. Johnsson
-> Música: Quarteto Doxa, “Bendita segurança”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook