WebRadio

Central de Mídia - WebRádio Maranatha

Armagedom


Gostou? Compartilhe!

ENCONTRO COM AS PROFECIAS 256

A profecia da sexta praga se desdobra em duas. A primeira, estudada no programa anterior, é que o rio Eufrates vai secar, preparando o caminho para os reis do Oriente, e a segunda é que haverá uma grande batalha num lugar chamado Armagedom.

Temos que responder duas perguntas. Quando essa guerra vai acontecer? E que lugar é esse chamado Armagedom? A profecia diz: “Então, vi sair da boca do dragão, da boca da besta e da boca do falso profeta três espíritos imundos semelhantes a rãs; porque eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande dia do Deus Todo-Poderoso. Então, os ajuntaram no lugar que em hebraico se chama Armagedom” (Apocalipse 16:13,14,16).

Para que essas duas perguntas sejam plenamente compreendidas, precisamos entender mais algumas coisas: Quem é o dragão, a besta e o falso profeta?

“A batalha do Armagedom é de natureza espiritual, entre Deus e Satanás. João viu ‘três espíritos imundos’, que são ‘espíritos de demônios’, agindo através do ‘dragão, da besta e do falso profeta’, e indo ao encontro dos ‘reis de toda a terra para congregá-los para a peleja do grande do grande dia do Deus Todo-Poderoso’. Sob a sexta praga, a luta entre o bem e o mal será decidida. De um lado estarão os demônios agindo por meio dos três poderes que o representam: Dragão, simbolizado pelo espiritismo e paganismo, a besta pela igreja romana e o falso profeta, representado pelo protestantismo apostatado” (Vilmar E. González, Daniel e Apocalipse, 3ª. Ed.1998, p. 272).

O profeta afirma que da boca dessa tríplice aliança do mal saem três espíritos imundos. Essa é a mensagem que os três anjos do mal vão proclamar em todo o mundo. Enquanto Deus tem os seus três anjos que anunciam verdades ao mundo, o príncipe das trevas tem o seu trio. O que sai da boca, João comparou a rãs imundas. A política que esse trio vai proclamar ao mundo é imunda como uma rã. Eles não têm nada saudável e puro a oferecer.

“Estes três espíritos imundos simbolizam e representam o trio maléfico de poderes religiosos, que junto construíram a grande Babilônia [confusão religiosa] dos últimos dias” (C.B.A.S.D. vol.7, p. 857).

Esses poderes a serviço de Satanás vão produzir sinais e milagres diante dos reis de toda a terra.
“As manifestações sobrenaturais de várias classes são o meio pelo qual Satanás tem agido mediante diversos instrumentos humanos, e tentará unir o mundo com o propósito de exterminar os que constituem a única barreira, que se opõe ao seu domínio sobre a humanidade” (idem, p. 858).

Os milagres sempre foram usados por Deus em favor de Seu povo, mas Satanás sempre esteve a contrafazer os verdadeiros milagres. Ele continuará até o fim usando a mesma tática.  E sabe por que Satanás usa os milagres? Porque é uma das formas mais poderosas para convencer alguém de uma verdade, ou de uma mentira com aparência de verdade. Um milagre é algo muito forte. Satanás sempre enganou usando milagres, e nesse momento crítico da história ele vai aos reis da terra apresentando o plano para erradicar um povo que continua insistindo em adorar e obedecer ao Deus criador do Céu e da Terra.

O que ele fará? “Como ato culminante no grande drama do engano, o próprio Satanás personificará a Cristo” (O Conflito dos Séculos, 18ª. Ed. 1985, p. 622). A expressão reis da terra (Apocalipse 16:14) se refere aos líderes políticos e religiosos. “Os reis da terra, são os poderes políticos da terra… que congrega as nações da terra para que se unam em uma cruzada a fim de destruir o povo de Deus” (C.B.A.S.D. vol.7, p. 858).

A tríplice união do mal vai percorrer o mundo em busca de apoio para as suas maquiavélicas intenções. O grande sonho desse poder é atacar os filhos de Deus que ainda estão neste mundo.
Os três poderes que fazem parte do eixo do mal (besta, falso profeta, dragão), se organizarão para uma guerra contra Deus e Seu povo. O lugar é definido como Armagedom.

Ela será a última batalha da história da Terra. Será a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso. Lembre que o grande rio Eufrates simboliza pessoas. Os três espíritos são os instrumentos que reunirão as nações para as batalhas. Os preparativos para essa batalha ocorrerão durante a sexta praga, mas a batalha acontecerá na sétima.

“O nome Armagedom é tomado de Megido, uma antiga cidade de Canaã, e que controlava uma passagem entre as montanhas na cadeia do Carmelo. Este lugar foi cenário de várias batalhas entre o povo de Israel e nações pagãs. Foi próximo dali num dos picos do Carmelo que Elias desafiou os profetas da apostasia e o assunto de quem é o verdadeiro Deus foi resolvido de maneira maravilhosa” (Vilmar E. González, Daniel e Apocalipse, 3ª. Ed.1998, p. 271).

Uma grande multidão estará dando apoio a instituições que defendem as idéias do dragão, da besta e do falso profeta. Essas pessoas desejarão exterminar da face da Terra os poucos que no meio da maior crise permanecerão ao lado do Senhor Jesus. Eles vão pelejar contra o Cordeiro e Seus seguidores, mas já está garantido que o Cordeiro vencerá (Apocalipse 17:14).

A invasão celestial faz o rio Eufrates “secar”. O rio estando seco, ou seja, quando os que dão vida à moderna Babilônia deixarem de o fazer, os reis do Oriente (Cristo e seus anjos) vêm, à semelhança de Ciro, para salvar o povo de Deus que está cativo no planeta terra.

Você está preparado para essa batalha? Creia no Senhor Deus para ficar seguro. Creia nos profetas dEle para prosperar.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook