WebRadio

Central de Mídia

A última bem-aventurança


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1546 – 26 de março de 2018

“Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos Céus” (Mateus 5:10).

Com o verso 10, chegamos à última bem-aventurança. A promessa dessa bem-aventurança é idêntica à da primeira – “deles é o reino do Céu” (Mt 5:3 e 10). Assim, Jesus começou e terminou com a mesma promessa. A promessa da primeira bem-aventurança e da última formam um pacote verbal bastante abrangente, com Mateus 5:11 e 12 provendo um comentário sobre o verso 10.

Nesse pacote, Jesus colocou alguns dos mais importantes conselhos de Seu ministério. Nele, Ele descreveu a essência do caráter de cada cristão.

O fato de que Jesus apoiou esse importante segmento de Seus ensinos com a menção do reino de Deus, é altamente significativo. O centro, tanto da Sua mensagem (Mt 4:17) como da mensagem de João Batista (Mt 3:2), era que o reino de Deus era chegado.

A importância do Sermão do Monte, é que ele apresenta os princípios do reino de Jesus no início do Seu ministério. E esses princípios, como mencionamos repetidas vezes nestes dois últimos meses, são extremamente diferentes dos princípios do mundo, e até mesmo dos princípios do mundo religioso dos dias de Jesus (e dos nossos).

Os judeus esperavam um reino de poder e glória, mas Jesus disse que antes daquele reino chegar, Seus seguidores viveriam em um reino de humildade de espírito, lamento pelo pecado, mansidão, fome e sede de justiça, misericórdia, pureza, promoção da paz, e perseguição.

Para colocar em termos simples, o reino de Jesus não era o que os judeus esperavam. Aquele reino virá em sua plenitude por ocasião da segunda vinda de Cristo. No reino de poder e glória, os caminhos do mundo e do mundo religioso não terão lugar. Muito pelo contrário, seus caminhos serão de mansidão, paz, misericórdia e assim por diante.

Para mim, isso significa que a época presente é o tempo de começar a viver os princípios do Céu. Meu caráter não será transformado por ocasião do segundo advento. Continuarei sendo o que tenho sido. Agora é o tempo de permitir que Deus mude meu coração e minha vida para que eu possa estar preparado para a plenitude do reino.


-> Música: Iveline, “É preciso viver o amor”
-> Locução: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9893 2056 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook