WebRadio

Central de Mídia

A profundidade do amor de Deus


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1701 – 28 de agosto de 2018

“Cristo nos amou e Se entregou por nós como oferta e sacrifício de aroma agradável a Deus” (Efésios 5:2).

“Quer saber qual é o tamanho do Meu amor?”, convida Deus. “Suba o caminho sinuoso fora de Jerusalém. Siga as marcas de sangue no chão até alcançar a colina. Antes de olhar para cima, pare e ouça o sussurro: ‘Esse é o tanto que amo você’”.

O Filho de Deus morreu por você. Quem poderia ter imaginado tal presente? Na época em que Martinho Lutero imprimia sua Bíblia na Alemanha, a filha de um impressor encontrou o amor de Deus. Ninguém havia lhe falado sobre Jesus. Em relação a Deus, ela não tinha nenhuma emoção, a não ser medo. Um dia, ela recolheu pedaços da Escritura caídos no chão. Sobre um dos papéis ela encontrou as palavras: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu…” O restante do versículo ainda não tinha sido impresso. Mesmo assim, o que ela viu foi suficiente para tocá-la. A simples ideia de que Deus daria qualquer coisa levou-a do medo para a alegria.

Sua mãe percebeu a mudança de atitude. Quando perguntada sobre a causa de sua felicidade, a filha tirou do bolso o papel amassado que continha a parte do versículo. A mãe leu e perguntou:

– O que Ele deu?

A filha respondeu:

– Eu não sei. Mas se Ele nos amou o suficiente para nos dar alguma coisa, não devemos ter medo dEle.

Ore comigo: “Pai celestial, não podemos sondar as profundezas do Teu amor. Pois apenas um amor imensurável poderia ter enviado Teu Filho para sofrer por nossos pecados, quando Ele mesmo não cometeu pecado algum. Em nome de Jesus, amém!


-> Música: Grupo Luz e Rimas, “Amou-me até o fim”
-> Narração: Amilton Menezes


Saiba como receber as mensagens diárias do Tempo de Refletir:

-> No celular, instale o aplicativo MANAH (Android e iOS).

-> Para ver/ouvir no YouTube, inscreva-se neste Canal: YouTube.Com/AmiltonMenezes7

-> Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9893 2056 e mande um recadinho pedindo os áudios.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook