WebRadio

Central de Mídia

A pedrinha branca


Gostou? Compartilhe!

24-03 TDR 1179

TEMPO DE REFLETIR 1179 – 24 de março de 2017

“Ao vencedor… lhe darei uma pedrinha branca, e sobre esta pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe” (Apocalipse 2:17).

Eusébio, um historiador da igreja primitiva, conta a história de como o apóstolo João resgatou um homem que quase caiu de um despenhadeiro. Aquele jovem era um cristão brilhante e fervoroso quando João o conheceu nas proximidades de Éfeso. O apóstolo o recomendou como líder, e o jovem recebeu treinamento pastoral.

Mas, então, ele se envolveu com um grupo de jovens malfeitores e mergulhou numa vida de crimes, tornando-se líder de uma violenta gangue de ladrões.

Quando João ouviu falar desse jovem rebelde, solicitou um cavalo e um guia. Ao cavalgar pelo campo, logo foi feito prisioneiro por aqueles ladrões. João pediu que o levassem até o capitão deles. Logo que o jovem reconheceu o apóstolo, virou-se e fugiu, cheio de vergonha. Mas João saiu correndo atrás dele e clamou: “Não tenha medo. Ainda há esperança para você. Vou interceder com Cristo por você. Fique, acredite que Cristo me enviou.” Finalmente, o jovem voltou para a igreja e passou a viver uma vida cristã exemplar.

Essa história pode ser apenas uma lenda, mas ilustra o senso que a igreja primitiva tinha da graça de Deus, mesmo em relação aos crentes que haviam agido de modo condescendente. Há uma promessa maravilhosa na mensagem à igreja de Pérgamo. Jesus diz em Apocalipse 2:17: “… lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo.

Na antiguidade, os jurados usavam pedrinhas brancas e pretas para indicar se o réu era inocente ou culpado. Uma pedrinha branca significava inocente. Ao dar-nos uma pedrinha branca, Jesus está declarando que todo o nosso passado, não importa o quão obscuro e doloroso seja, está limpo. Estamos perdoados.

Às vezes, metade de uma pedrinha branca também era dada aos convidados quando estes deixavam a casa do anfitrião, que ficava com a outra metade. Isto significava que a pessoa sempre seria bem-vinda ali.

A pedrinha branca é uma maneira de Deus dizer: “Você não somente é considerado inocente; você é bem-vindo em Minha casa.” Essa é a promessa que o nosso Pai celestial nos faz.


-> Música: Interface, “Todos são bem-vindos”
-> Locução: Amilton Menezes

Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 99893-2056 e mande uma mensagem pedindo os áudios. Se você tem Telegram, adicione nosso canal: telegram.me/tempoderefletir – Prefira, porém, o aplicativo MANAH, onde você terá todos os áudios à disposição.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook