WebRadio

Central de Mídia

A natureza do homem


Gostou? Compartilhe!

22-paisagem

TEMPO DE REFLETIR 142 – 22 de maio de 2014

“Então disse o Senhor: eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal.” – Gênesis 3:22

O homem e a mulher foram formados à imagem de Deus com individualidade, poder e liberdade de pensar e agir. Mesmo que tenham sido criados como seres livres, cada um é uma unidade indivisível de corpo, mente e alma. Dependemos de Deus, a fonte da vida. Quando nossos primeiros pais desobedeceram a Deus, eles negaram a dependência do Criador, caíram da posição elevada que possuíam. A imagem de Deus, neles, foi desfigurada. Se tornaram sujeitos à morte. Nós, como descendentes desse primeiro casal partilhamos dessa natureza caída e das consequências da mesma. Nascemos com fraqueza e tendência para o mal. Mas, graças a Deus que em Cristo somos reconciliados e a natureza da imagem de Deus é restaurada em nós.

Todos conhecemos a história. Para testar a fidelidade e mostrar a liberdade que possuíam, Deus escolheu uma das árvores no centro do jardim do Éden, que estava mais próxima da árvore da vida, como “uma prova da obediência, fé e a amor” do primeiro casal. Era a “árvore do conhecimento do bem e do mal” (Gênesis 2:9). O Senhor instruiu e aconselhou a Adão e Eva para que não comessem do fruto dessa árvore. Nem deviam tocar no fruto. Se o fizessem perderiam a possibilidade da vida eterna.

Não que houvesse algum veneno ou poder mortal no lindo fruto. Aliás, o fruto era atraente, brilhante, de formas perfeitas como os demais frutos do jardim. Alguns até imaginam que pode ter sido uma banana; outros, uma maçã. Qualquer idéia, porém, será mera especulação. A Bíblia não diz que fruta foi essa.

E Adão e Eva escolheram. Mas não foram felizes na decisão. Escolheram andar com Lúcifer e não com Deus. Escolheram ser mortais, ter a natureza mortal de vida temporária, a serem imortais. E esta tem sido a natureza do homem desde que pecou.
Mas, o mais importante de tudo é que Jesus veio a este mundo para devolver ao ser humano a oportunidade da vida eterna, num futuro bem próximo. Sejamos gratos a Deus por tão grande salvação.

*****************************************************************************************************************************************
-> Texto: Autoria desconhecida
-> Música: Fernando Iglesias, “Pedaços”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook