WebRadio

Central de Mídia

A lembrança que machuca e também salva

A lembrança que machuca e também salva


Gostou? Compartilhe!

14-passado

TEMPO DE REFLETIR 438 – 14 de março de 2015

“Deste-me via e foste bondoso para comigo, e na Tua providência cuidaste do meu espírito” (Jó 10:12).

Como eram as coisas antes de você conhecer Jesus? Você se lembra? Pode ter sido décadas atrás. Talvez tenha sido ontem. Talvez você O conheça bem. Talvez tenha acabado de conhece-Lo. Mais uma vez, isso não importa. O que importa é que você jamais esqueça como era a vida sem Ele.

A lembrança pode machucar. Não é agradável visitar algumas partes do seu passado. Mas relembrar é necessário. “Pensem no que vocês eram quando foram chamados” (1Co 1:26). Nós, os adotados, não podemos nos esquecer de como era nossa vida de órfãos. Nós, os encontrados, não podemos nos esquecer do desespero de estar perdido.

Também precisamos compartilhar nossa história. Não com todo mundo, mas com alguém. Existe alguém que é como você era. Essa pessoa precisa saber o que Deus pode fazer. O retrato honesto de seu passado pode ser a coragem para o futuro de outra pessoa.

Mas não retrate apenas o passado; registre o presente. Descreva o Seu toque. Mostre a diferença que Ele fez em sua vida.

Ah, mas veja o quão longe você chegou! Eu nem mesmo conheço você, mas sei que você já trilhou um longo caminho. Deus começou uma obra em seu coração. E aquilo que Deus começa, Deus completa. (ML)


 

Ficha Técnica:
-> Música: Duetos NT, “Amor teimoso”
-> Locução e edição: Amilton Menezes
-> Finalização: Isa Vasconcelos

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook