WebRadio

Central de Mídia

A glória de Deus


Gostou? Compartilhe!

12-cruz

TEMPO DE REFLETIR 193 – 12 de julho de 2014

Respondeu-lhes Jesus: É chegada a hora de ser glorificado o Filho do homem (João 12:23)

Quando Jesus pronunciou estas palavras, estava olhando para os momentos finais de sofrimento e dor antes da morte no Calvário. Ele fala aqui de glorificação. A glória dos homens é diferente da glória de Deus. A glória dos homens passa pelo caminho dos aplausos, do reconhecimento e da fama. A glória de Deus passa pelo vale da sombra, do sofrimento, lágrimas e morte. É verdade que hoje Jesus está nos Céus com o Pai. É verdade também que um dia todo joelho se dobrará diante dEle e que as criaturas do universo inteiro reconhecerão Sua justiça e louvarão o Seu nome. Mas, Ele teve que beber antes o cálice amargo da dor e do sofrimento.

O apóstolo João, em Apocalipse 5, vê “o Cordeiro que parecia morto”. Por que parecia morto? Os homens quando querem vencer, matam. Jesus, para vencer, morre. O ser humano, para subir na vida, mente, machuca outros seres humanos, pisa sentimentos, trai e não mede esforços. Jesus, para receber a glória, Se entrega, renuncia, Se humilha, guarda silêncio e finalmente morre. Que diferentes caminhos para o mesmo fim!

Há um mundo maravilhoso esperando o ser humano. Há uma eternidade para viver sem morte, nem pranto, nem coisa parecida. Mas antes é preciso transitar pelo deserto desta vida e muitas vezes os pés ficarão feridos nas areias quentes. “No mundo tereis aflições”, disse Jesus, “mas confiai, Eu venci o mundo”. Ele promete paz, mas não do jeito que o mundo oferece. A paz que que os homens procuram é apenas a ausência de luta na espécie humana e quanto mais a procuram mais longe a veem. A paz que Cristo oferece é a paz interior que gera esperança em meio à perseguição, às dificuldades e às provações. Jesus nunca prometeu que Seus filhos não derramariam lágrimas nesta vida. O que Ele prometeu foi enxugar as lágrimas de Seus filhos.

Existe uma glória futura, um reino de paz que Jesus está preparando, mas existe também um cálice amargo para ser bebido no presente. A glória humana é fugaz e seu futuro de perdição é eterno. A glória de Deus é eterna e seu presente de sofrimento é passageiro.

Jesus morreu. Onde estava a glória? Parecia tudo fracassado. Mas no terceiro dia ressuscitou e hoje vive pelos séculos dos séculos. Você pode morrer hoje, e seus sonhos podem parecer enterrados por causa de Cristo. Por quanto tempo? Hoje e amanhã talvez, mas o terceiro dia virá e você será também glorificado. Reflita sobre isso no dia de hoje.

*****************************************************************************************************************************************
-> Autor: Pr. Alejandro Bullon
-> Música: Dida, “Verei sua glória”
-> Narração: Amilton Menezes

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook