WebRadio

Central de Mídia - WebRádio Maranatha

Morrendo para si mesmo


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1291 – 14 de julho de 2017

“E, ao que quer demandar contigo e tirar-te a túnica, deixa-lhe também a capa” (Mateus 5:40).

Isso não é fácil de ser colocado em prática. Semelhante ao verso 39, que diz que devemos oferecer o outro lado do rosto, esse verso, a respeito de deixar também a capa, atinge o centro de nossa defesa pessoal.

Para compreendermos o que Jesus quer dizer em Mateus 5:40, precisamos analisar melhor as Suas palavras. A túnica era uma veste interior, tipo saco, feita de algodão ou linho. Todas as pessoas, exceto as mais pobres, possuíam mais de uma túnica. A capa, por outro lado, era uma veste exterior quente, tipo de um cobertor, que a pessoa usava como manto durante o dia e como cobertor à noite. A pessoa comum só tinha uma capa.

A lei judaica sustentava que a túnica de uma pessoa podia ser recebida como garantia, mas não a capa, a menos que fosse devolvida antes do pôr-do-sol. (Ver Êx 22:26 e 27.) O fato é que, por lei, a capa de uma pessoa não podia ser tomada de modo permanente.

Bem, você pode estar se perguntando: O que está Jesus nos dizendo então? Ele está nos dando um conselho que não queremos ouvir. Está nos dizendo que a preocupação com os nossos direitos não deve ser o centro de nossa vida cristã. Jesus está dizendo mais uma vez que precisamos morrer para nós mesmos. Um comentarista bíblico faz a seguinte colocação: “O cristão não pensa em seus direitos, mas em seus deveres; não pensa em seus privilégios, mas em suas responsabilidades. Cristão é uma pessoa que se esqueceu de que tem algum direito; e, aquela que luta até a morte por seus direitos legais, dentro ou fora da igreja, está longe do caminho cristão”. (William Barclay).

O ensino de Jesus acerca da capa não quer dizer que um cristão nunca lutará pelos direitos de outros ou pela integridade da lei e da ordem. Mas quer dizer que ele morreu para si mesmo. Essa era a lição do verso anterior também. Naquele verso, entretanto, tinha a ver com a nossa pessoa; nesse tem a ver com as nossas propriedades. Jesus realmente espera que sejamos semelhantes a Ele.


-> Música: Alessandra Samadello, “Nasce em mim”
-> Locução: Amilton Menezes

Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande uma mensagem pedindo os áudios. Se você tem Telegram, adicione nosso canal: telegram.me/tempoderefletir – Prefira, porém, o aplicativo MANAH, onde você terá todos os áudios à disposição.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook