WebRadio

Central de Mídia - WebRádio Maranatha

A proteção eficaz


Gostou? Compartilhe!

TEMPO DE REFLETIR 1317 – 9 de agosto de 2017

“Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque Tu estás comigo; a Tua vara e o Teu cajado me consolam” (Salmo 23:4).

O que pode a vida ensinar-lhe a cerca de Deus? A confiança em Deus e o desespero não podem viver juntos em uma mente. A dúvida é a mãe do desespero. A confiança gera esperança e alegria.

O que havia ensinado Davi a desviar-se da depressão e ansiedade para Aquele que alegra e provê? Lembrava-se ele do momento em que desceu ao vale para procurar entre os seixos, pedras para sua funda? Esse foi verdadeiramente o vale da morte. Alguém devia morrer naquele dia, e poderia ser ele. As lições de confiança começaram cedo para esse jovem.

Ou talvez ele se lembrasse do zunido da lança quando Saul buscava a sua vida. Tão perto da morte, e pela mão de alguém que deveria tê-lo acolhido e favorecido. Ele alcançou bom êxito, sacudindo a cabeça em admiração por ter outra vez escapado. Quem mais, além de Deus teria feito isto?

Sem dúvida, a memória relembraria a tentação, a rendição, o remorso ao envergonhar ele a si mesmo, sua nação e seu Deus no caso de Bate-Seba. Naquele dia ele olhou para o vale da sombra da segunda morte – final e absoluta – e encontrou o cajado do seu Deus guiando-lhe a saída.

O grande drama da vida de Davi pode não ser seu ou meu. Nossa vida mais provavelmente oscilará sobre os temas comuns da tristeza, alienação, enfermidade, insegurança, ansiedade e temor. Eles terão, porém, toda a realidade e fúria das provações que o rei-pastor enfrentou. Que aprenderemos delas?

Davi via a Deus como Guia, Pastor, Ajudador. Poderia ter dito: Tu me deste um bom emprego, abundância de alimento, prosperidade, e Te adorarei e confiarei em Ti. A vida traz desemprego, luto, enfermidade, perigo, e ainda confiarei em Ti. Mesmo quando o mundo se alinha em fileiras contra mim, Tu me ajudas a esquecer suas ameaças enquanto me assento e usufruo um banquete de Tua mesa de graça e amor.

O desespero jamais o convidará para suas negras profundezas se em todas as coisas você divisar a bondade e a misericórdia de Deus. Mas se o desespero bater à porta lembre-se dAquele que pode andar com você para a segurança. Ele protege como um pastor. Sua vara e o seu cajado são o perdão e o poder do Espírito.


-> Música: Trio Viva Voz, “Salmo 23”
-> Locução: Amilton Menezes

Para receber pelo WhatsApp, adicione 41 9507 0705 e mande uma mensagem pedindo os áudios. Se você tem Telegram, adicione nosso canal: telegram.me/tempoderefletir – Prefira, porém, o aplicativo MANAH, onde você terá todos os áudios à disposição.

Gostou? Compartilhe!

Comentários Via Facebook